Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Advogada e Influenciadora Clara Phileto fala sobre empoderamento feminino e representatividade nas profissões

 


Clara de Carvalho Phileto é formada em Direito, Sommelier e Influenciadora Digital. Ela que segue trabalhando em Home Office durante a quarentena falou sobre a representatividade, empoderamento feminino nas suas profissões e também revelou como faz para conciliar as suas funções no dia a dia.

A baiana contou que passou uma fase de incertezas na hora de escolher à carreira que iria seguir e que o direito não era a primeira opção.

“Nunca sonhei e caí de paraquedas na advocacia. Minha vida acadêmica foi um pouco engraçada. Acho que somos muito novos para decidirmos o resto de nossas vidas com 16, 17 anos. Até o terceiro ano, influenciada positivamente pelo meu pai, estudava para medicina. De repente, decidi que iria fazer moda. Meu pai não concordou e optei por fazer direito. Hoje sou grata a ele, pois amo o mundo jurídico e acabei trabalhando com moda de outra forma, com o meu instagram @carvalhoclaraa”, diz a advogada.

Clara que sofreu no início com a descrença da sua capacidade profissional por ser mulher, revelou que se sente empoderada sendo advogada e que enxerga o futuro com esperança.

“A luta pela representatividade feminina vem de vento em polpa! Como influenciadora digital, trabalho com moda, assuntos rotineiros e tenho um público majoritariamente feminino. Como advogada, creio que estamos no caminho certo. Até 2023 estima-se que existam mais mulheres advogadas do que homens no Brasil. Acho o máximo! Me sinto super empoderada sendo advogada em um ambiente que ainda é predominantemente masculino. Muitos duvidam da minha capacidade por ser mulher e ainda ter o rosto de menina”, pontuou.

Ela também ressaltou que colher resultados tão positivos em sua carreira são um dos melhores combustíveis para o seu dia a dia.

“Não é fácil conciliar as minhas três profissões. Às vezes brinco falando que meu dia é muito curto, pois ainda gostaria de ter mais horas para fazer outras coisas. Inclusive, minha meta para o segundo semestre de 2020 é voltar a me dedicar mais aos estudos. São muitas coisas a fazer, mas quando paro, observo o meu caminho, vejo tudo fluindo e tendo resultados tão positivos decorrentes de uma dedicação que é diária. Por isso me sinto completamente feliz e faz tudo valer a pena”.


Créditos: Divulgação

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE