Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Hong Kong fechará escolas após novos casos de coronavírus

Território contabilizou 34 novos casos locais de Covid-19 na quinta-feira 9 .

 

Hong Kong fechará todas as escolas a partir de segunda-feira (13) depois que o território registrou um aumento dos contágios locais do novo coronavírus.

  • Volta às aulas após quarentena: veja 10 medidas adotadas em 8 países para a retomada do ensino

O secretário de Educação do território, Kevin Yeung, informou nesta sexta-feira (10) que a medida antecipa o início das férias de verão.

Na quinta-feira (9), o território contabilizou 34 novos casos locais de Covid-19, que é a doença provocada pelo novo coronavírus.

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, a China contabilizava 84,9 mil casos de coronavírus até esta sexta-feira (10) e 4,6 mil mortes.

Volta às aulas nos EUA

Do outro lado do mundo, a cidade de Nova York está planejando a volta às aulas em setembro. O plano inclui um calendário misto com aulas presenciais e remotas.

A proposta chega no momento em que administradores de escolas de toda o país se empenham em equilibrar a segurança e as necessidades educativas e o presidente Donald Trump pressiona escolas a reabrirem no outono.

Brasil

No Brasil, a retomada das aulas presenciais ainda é incerta e os estados planejam o retorno com protocolos semelhantes ao da cidade de Nova York.

Por aqui, também é estimado que o retorno seja gradual – parte da turma ficaria em casa e outra parte iria para escola em dias alternados. Assim seria necessário manter as aulas remotas, já que será preciso aumentar o espaçamento entre os alunos e não há salas suficientes para isso.

  • 60% dos estados monitoram acesso ao ensino remoto: resultados mostram 'apagão' do ensino público na pandemia
  • Escolas particulares em 7 capitais planejam reabertura até em agosto; SP reabre em setembro
  • Entre risco de contágio e de expulsão: disputa por volta às aulas ameaça 20 mil brasileiros nos EUA

São Paulo é o único estado que já anunciou o retorno às aulas presenciais: será em 8 de setembro. O plano possui 3 etapas: a 1ª etapa estabelece um retorno de até 35% dos alunos, para garantir um distanciamento de 1,5 metro; na 2ª etapa, 70% dos alunos voltam às escolas para as aulas presenciais; na 3ª etapa, haverá 100% de ocupação das salas – o estágio é chamado pelo governo de "novo normal".

Nova York divulga plano de volta às aulas

Nova York divulga plano de volta às aulas

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE