Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Animais de zoos interativos russos perdem contato com humanos durante pandemia

Acostumados desde o nascimento, alguns estranham a falta de barulho e movimentação. Donos dos locais pedem reabertura, respeitando normas de segurança e higiene.

 

Na Rússia, alguns pequenos zoológicos do tipo mini-fazenda, onde visitantes podem interagir diretamente com os animais, dando alimentos e até fazendo carinho neles, estão fechados desde 28 de março por causa da pandemia de coronavírus.

Mas isso não significa que todos os bichos estejam satisfeitos com a paz e tranquilidade. É que muitos já nasceram nesses ambientes, e estão acostumados com o contato com vários seres humanos desde pequenos.

Segundo seus cuidadores, eles até estranham tanto silêncio e falta de movimentação, já que agora convivem apenas com os funcionários que cuidam deles.

Como esses animais não se contaminam e não transmitem o coronavírus que provoca a Covid-19, os donos de alguns desses zoos pretendem pedir autorização às autoridades para reabrir os locais em breve.

Eles planejam restringir o número de visitantes, e controlar a distância entre as pessoas. Quanto à higiene, o uso de álcool gel logo na entrada não será novidade: para manter a saúde dos bichos, mãos limpas sempre foi uma regra rígida nesses lugares.

CORONAVÍRUS

  • VÍDEOS: Coronavírus: perguntas e respostas

  • GUIA ILUSTRADO: sintomas, transmissão e letalidade

  • Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus

  • Manual das máscaras: como fazer, como usar e a importância do uso

  • Como se prevenir do coronavírus?

  • Coronavírus, Covid-19, Sars-Cov-2 e mais: confira os termos da pandemia

  • Saiba quais os sintomas do coronavírus e quando procurar um médico

  • Veja quais são os grupos mais vulneráveis ao coronavírus e por quê

  • TIRA-DÚVIDAS: saiba como são os testes e as pesquisas sobre remédios e vacinas

  • Guia para vida em casa: G1 lista dicas para o isolamento social

  • Veja perguntas e respostas sobre medidas econômicas na crise do coronavírus

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE