Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLICIA

DIH prende suspeito de execução no Setor São José; vítima foi morta enquanto corria com o filho nos braços

 

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), efetuou, na última quinta-feira (28 de maio), a prisão temporária de Júnior Borges Mesquita (30 anos), vulgo “Branquinho”, suspeito do homicídio do colombiano Valentin Rodriguez Cueni (41 anos). “Branquinho” foi preso na Avenida Castelo Branco, Setor Rodoviário, em Goiânia. A vítima foi morta a tiros, no dia 25 de abril de 2020, no Setor São José, na capital.

As investigações apontaram que a motivação do crime estaria ligada a desavenças em virtude do tráfico de drogas, já que suspeito e vítima são apontados como traficantes, e agiam na mesma região.

Durante a execução do crime, a vítima segurava a filha recém nascida no colo. Imagens mostram o colombiano correndo com a criança, que não foi atingida pelos disparos de arma de fogo, mas se lesionou em razão da queda.

O suspeito possui extensa ficha criminal, com passagens pelos crimes de tráfico de drogas, roubo, receptação, furto, e, no momento da prisão, estava usando tornozeleira eletrônica. O autor, após a prisão, foi interrogado. E o inquérito policial deve ser concluído nos próximos dias.

A exibição da imagem dos indiciados segue em atenção à Lei n.º 13.869, dos responsáveis pela investigação, especialmente porque visa o surgimento de novas provas e testemunhas dos homicídios em testilha.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE