Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Refugiados venezuelanos começam a ser realocados em novo espaço de acolhimento, em Belém

A mudança é realizada de maneira gradativa. Ao todo espaço vai acolher mais de 400 venezuelanos.

 
 -   /
/ /

A Fundação Papa João XXIII (Funpapa) deu início, nesta terça-feira (5), no processo de realocação dos refugiados e migrantes venezuelanos que estão em Belém, para o novo espaço de acolhimento institucional.

A mudança é realizada de maneira gradativa. O primeiro grupo, com 126 pessoas, chegou no final da manhã e foram encaminhados para o espaço de triagem, onde passaram por identificação e receberam orientações.

“Hoje é a vinda do primeiro grupo de famílias. Eles estavam em um espaço alugado no bairro da Campina, e foram transferidos para um espaço municipal devido duas pessoas do grupo terem sido diagnosticadas com a Covid-19. Seguindo orientações da equipe do Consultório na Rua, passaram por processo de quarentena e avaliação clínica, e, após avaliação pela equipe de saúde, vieram para cá. Esse é o primeiro momento, a realocação deve durar duas semanas, que é período que os outros grupos virão”, explicou a assistente social do Núcleo de Atendimento ao Migrante e Refugiado, Mylena Santana.

Ao todo, 489 venezuelanos serão acolhidos no galpão adaptado. Os grupos estavam anteriormente cada um em um espaço de acolhimento do município, do governo do Estado e em casas alugadas pelas próprias famílias. Com a centralização, a fundação deve fica mais fácil de realizar o acompanhamento das condições de saúde, acesso à garantia de direitos, documentações, e garantir um atendimento social qualificado com outros elementos que não tinham anteriormente.

O galpão vai funcionar de maneira institucionalizada, diferente das casas autogestão. De acordo com a Funpapa, o local também vai acolher a equipe técnica e os servidores que irão trabalhar no acompanhamento das famílias, uma equipe composta por assistentes sociais, psicólogos, antropólogos, monitores e equipe de copa e cozinha. Além desses profissionais, serão disponibilizados dez profissionais da educação para desenvolver atividades pedagógicas com as crianças.

 

 


PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE