Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

BA: Após doação do setor sucroalcooleiro, SENAI Cimatec processa, embala e distribui 260 mil litros de álcool 70% para saúde pública

Instituição montou, em 36 horas, linha de envasamento do produto a pedido do governo do estado; item é destinado para higiene e limpeza aparelhos hospitalares

 
 -   /
/ /
ÁUDIOTEXTO PARA RÁDIOFoto: FIEB

Para ajudar no combate ao novo coronavírus, a Federação das Indústrias da Bahia (FIEB) tem dado suporte ao governo do estado por meio da distribuição de insumos necessários a profissionais de saúde. No fim de março, as unidades públicas que atendem e tratam pacientes infectados receberam as primeiras remessas de álcool 70% embalado no SENAI Cimatec, centro de referência em educação, pesquisa e inovação de Salvador. 

O material foi doado por indústrias do setor sucroalcooleiro do estado, que também fabricam o produto desinfetante. No total, quase 200 mil litros de álcool que serão processados e engarrafados no SENAI. A Agrovale doou 100 mil litros, a Usina Santa Maria, 60 mil, e a Bahia Etanol outros 30 mil de álcool a 96%. Com a diluição para 70%, a estimativa é que sejam distribuídos cerca de 260 mil litros de álcool líquido, recomendado para higienizar as mãos e limpar macas, aparelhos hospitalares e camas, por exemplo.

Segundo o diretor do SENAI Cimatec, Leone Andrade, a instituição montou, em apenas 36 horas, uma linha de envasamento do produto a pedido do governo do estado. A iniciativa faz parte de uma força-tarefa conduzida pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico (SDE) e do Planejamento (Seplan), com apoio de empresas.

“O Cimatec está engajado na iniciativa da FIEB e de toda indústria baiana de desenvolver ações de combate ao coronavírus. Estamos desenvolvendo e montando toda uma linha de envase de álcool líquido a 70% para distribuir para as unidades de saúde de todo o estado”, explica.

Outra ação do setor industrial baiano trabalha para acelerar a reabertura do Hospital Espanhol, em Salvador, escolhido pelo governador Rui Costa para tratar pacientes infectados. A FIEB, em parceria com os sindicatos de Saneantes, de Cosméticos e de Açúcar, prestarão assistência e apoio técnico na limpeza e desinfecção do prédio, que vai oferecer 160 novos leitos para a população, além de salas de cirurgia, emergência e refeitório.

“Nesse momento pelo qual toda nossa sociedade passa, é preciso uma ação proativa, solidariedade, articulação e coragem para superar essas dificuldades ou pelo menos minimizá-las”, ressalta Vladson Menezes, superintendente da FIEB.

A ocupação temporária do Hospital Espanhol, que teve atividades suspensas em setembro de 2014 após crise financeira, foi solicitada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e autorizada pela Justiça Federal no último dia 17, para uso da unidade como hospital de campanha durante o período de crise na saúde pública. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, mesmo com a reativação, o hospital de referência para atendimento em Salvador segue sendo o Couto Maia, em Cajazeiras.

 

Edital de inovação

 

Para amenizar em todo país os efeitos da covid-19 e proteger quem produz e quem consome, o SENAI lançou o Edital de Inovação para a Indústria, que prevê, por exemplo, a recuperação de aparelhos danificados e a aquisição e produção de materiais essenciais para o enfrentamento da crise, como álcool em gel e máscaras.
“A nossa atuação será no suprimento de problemas, como os testes rápidos para a detecção da doença. No isolamento, ter uma gama ampla desses testes vai ser de grande importância, bem como a fabricação de ventiladores (respiradores). Estamos focando em ações do Sistema Indústria que vão ao encontro das necessidades da sociedade, do país e da indústria brasileira”, afirma o diretor geral do SENAI, Rafael Lucchesi, que reforça a importância de “salvar vidas”.

O investimento disponível para empresas e startups chega a R$ 30 milhões, se somadas as duas chamadas da licitação, e cada projeto poderá captar até R$ 2 milhões. Os resultados devem ser apresentados em até 40 dias. Para participar do edital de inovação, as proposições podem ser realizadas por meio do Whatsapp, no número (61) 99628-7337 ou pelo e-mail combatecovid19@senaicni.com.br.

As iniciativas da FIEB e do SENAI fazem parte da campanha nacional “A indústria contra o coronavírus”, que também conta com a participação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Serviço Social da Indústria (SESI), o Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e as Federações das Indústrias dos demais estados e do DF. Mais informações podem ser acessadas nas redes sociais de cada entidade.
 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE