Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Vídeo do toque de sinos da Basílica de Nazaré, em Belém, viraliza e emociona fiéis; missas são transmitidas para evitar aglomeração

Mesmo com santuário aberto, as celebrações só estão sendo transmitidas, como prevenção ao novo coronavírus. CNBB autorizou igrejas a abrir, mas orientou religiosos a ficarem em casa.

 
 -   /
/ /

Um vídeo do habitual toque do hino "Vóis Sois o Lírio Mimoso" pelos sinos da Basílica Santuário de Nazaré, em Belém, viralizou nas redes sociais neste fim de semana e emocionou fiéis. Seja quem frequenta a igreja, símbolo do Círio de Nazaré, ou é devoto de Nossa Senhora de Nazaré, o registro trouxe esperança em meio à pandemia do coronavírus, que registrava quatro casos confirmados no Pará, até este domingo (22).

O vídeo foi gravado pela dentista Genoveva Porpino, que mora perto do santuário. "Sou muito abençoada de ter essa vista. Estou muito feliz e emocionada de poder compartilhar com as pessoas uma benção nesse momento tão difícil. Que a gente fique em casa e que Nossa Senhora de Nazaré interceda por nós", disse.

Com portas abertas ao Santuário, as celebrações presenciais estão suspensas ao público, por decisão dos padres Barnabitas, seguindo orientação da Arquidiocese de Belém. As missas são transmitidas pela internet, via redes sociais, às 7h, 12h e 18h, e aos domingos, as lives ocorrem às 10h e 18h, por links disponíveis no site da Basílica.

  • MAPA DO CORONAVÍRUS: as cidades com infectados e o avanço dos casos

Antes da pandemia, a estudante de arquitetura Catarina Casseb costumava participar das missas na Basílica nas terças e quintas. Nos outros dias, ela vai à comunidade onde atua como missionária. Ela compartilhou o vídeo, que circula ainda sem autoria, no fim da noite de sábado (21) pelo perfil pessoal em uma rede social. Neste domingo, a publicação já passava de 3,5 mil curtidas.

Mesmo o toque dos sinos sendo diário - às 6h, 12h e 18h, para a missionária ter recebido o vídeo a fez "chorar feito criança".

"Resolvi postar como partilha aos meus irmãos de comunidade. No fim, trouxe esperança e a certeza do cuidado de uma mãe, que roga, olha, cuida e intercede pelos filhos , pois Nossa Senhora de Nazaré é a primeira a cuidar do povo paraense", contou.

O choro ao ver o vídeo, segundo a missionária, não foi de tristeza, porque "nada rouba a alegria de um coração que está unido a Deus e à igreja". "Chorei pela humanidade, me lembrei das palavras do papa Francisco que diz: A misericórdia e a compaixão também se expressam chorando. Se não consegue, rogue ao Senhor que lhe conceda derramar lágrimas pelo sofrimento dos outros. Quando souber chorar, então será capaz de fazer algo de coração pelos demais".

Aos fiéis, a missionária disse que é "tempo de exercitar a obediência, paciência e, sobretudo, a esperança". "Que possamos, unidos, respeitar o que hoje a igreja nos pede de sermos igreja na nossa casa, cuidado dos nossos", afirmou.

Missionária Catarina Casseb, em frente à Basílica de Nazaré, em Belém. — Foto: Arquivo Pessoal Missionária Catarina Casseb, em frente à Basílica de Nazaré, em Belém. — Foto: Arquivo Pessoal

Missionária Catarina Casseb, em frente à Basílica de Nazaré, em Belém. — Foto: Arquivo Pessoal

Templos abertos, fiéis em casa

O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) alertou, pelas redes sociais, para que os fiéis católicos permaneçam em casa, como prevenção à proliferação do coronavírus. De acordo com a CNBB, as igrejas podem permanecer abertas, limpas e arejadas.

"Não saia de casa. Isso é um importante e grande remédio para vencermos a terrível pandemia. Há muita gente relativizando, saindo de casa, sem precisar. Agora é hora de colaborar (...). Que esse apelo nos ajude a ter a grande força para vencermos essa pandemia do coronavírus e venceremos no amor, na fé e no amor de Deus".

Celebrações com restrição de público

Em nota, a Arquidiocese de Belém informa que estão suspensas as celebrações públicas desde o último sábado (21).

Segundo a nota, a arquidiocese autoriza paróquias a celebrarem missa aos domingos, com restrição de público, em lugar aberto, de forma simples e concisa.

A determinação de Dom Alberto Taveira Corrêa, arcebispo metropolitano de Belém, é de suspender reuniões e demais atividades, como catequese e encontros pastorais, grupos e movimentos e que os idosos permaneçam em casa e não se dirijam às igrejas de forma alguma.

Basílica de Nazaré à noite, em frente à Praça Santuário — Foto: Cristino Martins/O Liberal Basílica de Nazaré à noite, em frente à Praça Santuário — Foto: Cristino Martins/O Liberal

Basílica de Nazaré à noite, em frente à Praça Santuário — Foto: Cristino Martins/O Liberal

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE