Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Alto índice de infestação de larvas do Aedes deixam bairros de Taubaté com risco de epidemia de dengue

Número de casos é quatro vezes superior ao recomendado pelo Ministério da Saúde.

 
 -   /
/ /
ÁUDIOTEXTO PARA RÁDIOTaubaté está com índice de infestação das larvas do Aedes em 4,5 pontos, número quatro vezes superior ao recomendado pelo Ministério da Saúde. Isso significa que todos os bairros da cidade têm risco de epidemia de dengue em 2020. 

A médica veterinária do Controle de Animais Sinantrópicos de Taubaté, Daniela Bittencourt, ressalta que o combate ao mosquito tem sido intensificado com a ação diária do “Arrastão Xô Mosquito”, em que um caminhão recolhe objetos que podem ser focos nas residências.

“As pessoas colocam seus objetos maiores, aqueles que o caminhão de lixo normal não leva na rua, e o caminhão cata treco passa e faz esse arrastão contra o Aedes aegypti.” 

Até 18 de janeiro, foram encontrados 1.352 recipientes com larvas do Aedes em seis mil imóveis de Taubaté. A maioria dos criadouros estavam em latas e frascos plásticos, baldes e pneus, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

Os bairros da área 10, que incluem São Gonçalo, Jardim Continental e Estoril, preocupam as autoridades locais de saúde por terem índice de infestação das larvas do mosquito de 8,66, o maior registrado na cidade. Segundo Daniela Bittencourt, 92 agentes de endemias têm feito visitas e orientado os moradores para evitar o acúmulo de água parada dentro de casa.

“A gente sempre orienta os moradores a eliminar os criadouros como se fosse uma ação rotineira da sua casa, assim como você lava sua louça, limpa seu banheiro. Se você der uma brecha, ele [mosquito] vai usar a sua casa como refúgio.”

Nos primeiros 18 dias de 2020, foram confirmados 29 casos de dengue em Taubaté. Segundo o Ministério da Saúde, o estado de São Paulo concentra 33,4% dos casos prováveis de dengue do país, com mais de 10.200 notificações a cada 100 mil habitantes. 
Por isso, a luta contra o Aedes não pode parar. E você? Já combateu o mosquito hoje? A mudança começa dentro de casa. Proteja a sua família. Para mais informações, acesse saude.gov.br/combateaedes. Ministério da Saúde, Governo Federal. Pátria Amada Brasil.

Ítalo Novais
 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE