Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Alemanha não cancela carnaval, apesar de atropelamento que deixou 52 feridos

Autoridades pedem que organizadores de desfiles reforcem a segurança; suspeito do atropelamento que deixou 52 feridos está hospitalizado.

 
 -   /
/ /

A Alemanha aumentou a segurança em blocos de carnaval na terça-feira (25), depois que um homem dirigiu contra uma multidão na cidade de Volkmarsen e deixou 52 pessoas feridas, entre elas 18 crianças.

O incidente na segunda-feira (24) aconteceu na semana seguinte de um ataque racista em dois bares na cidade de Hanau, que deixou 11 mortos.

Um porta-voz da promotoria sugeriu que não há motivação política para a tragédia de segunda-feira (24). Ele afirmou que não há indicação de que a investigação poderia ser conduzida pelo Ministério Público Federal do país.

Atropelamento em desfile de carnaval na Alemanha deixa 52 feridos

Atropelamento em desfile de carnaval na Alemanha deixa 52 feridos

O motorista está preso por suspeita de tentativa de homicídio. Ele está hospitalizado com ferimentos. Ele não estava alcoolizado. Testes para saber se ele estava intoxicado por outras drogas devem ser feitos.

Ele não tinha condição de ser interrogado na segunda (24), de acordo com o porta-voz da promotoria.

Alguns blocos de carnaval da região de Hesse, a província onde fica Volkmarsen, foram cancelados, mas não todos. Um porta-voz da polícia disse que a segurança vai ser reforçada.

Mapa com a localização da cidade de Volkmarsen, na Alemanha — Foto:  G1 Mapa com a localização da cidade de Volkmarsen, na Alemanha — Foto:  G1

Mapa com a localização da cidade de Volkmarsen, na Alemanha — Foto: G1

A segunda-feira de carnaval é o auge do feriado nas regiões católicas da Alemanha. Na Renânia, onde dezenas de milhares de pessoas se fantasiam, bebem álcool e vão às ruas para ver carros alegóricos com figuras que caçoam de figuras públicas.

Os promotores afirmaram que não há motivo real para pensar que o risco de ataques aumentou, mas eles pediram aos organizadores que revejam a segurança e façam eventuais ajustes.

Motivo ainda desconhecido

Há 35 pessoas hospitalizadas, e outras 17 que já tiveram alta. A vítima mais nova tem 3 anos. Para a polícia, não se pode descartar a possibilidade crime de ameaça à vida.

O motorista é um alemão de 29 anos de Volkmarsen, e a motivação ainda não é clara. O homem dirigia um Mercedes. Ele vai ser levado a uma corte assim que tiver condições.

Não há, até agora, sinais de um crime por razão política, mas talvez o suspeito tenha problemas mentais, de acordo com um policial ouvido pelo jornal “Bild”.

Os promotores confirmaram que há um segundo homem preso, que foi detido na cena na segunda-feira (24) gravando imagens do incidente.

Os investigadores checam se há relação entre os dois.

Vizinhos disseram à Reuters que a polícia fez buscas em duas casas na cidade, inclusive um apartamento perto da cena do crime.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE