Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Geral

Prêmio Espantaxim 2020 recebe trabalhos infantis até junho

 

Até o dia 5 de junho próximo, crianças de todo o país na faixa etária de 7 a 12 anos de idade podem enviar redações, mensagens ou poesias para concorrer no 6º Concurso Nacional Literário Infantil Espantaxim e o Castelinho Mágico - Prêmio Espantaxim 2020, idealizado pela compositora e escritora Dulce Auriemo. O tema central deste ano aborda as Quatro Estações - Primavera, Verão, Outono, Inverno e como cada uma delas tem seus encantos e particularidades que afetam os sentimentos das pessoas. A participação é gratuita.

Ao falar hoje (7) à Agência Brasil, Dulce Auriemo contou que desde 2002 desenvolveu um projeto musical e literário infantil que começou a ser usado pelos professores nas escolas, inicialmente na fase pré-escolar e, mais tarde, nos primeiros anos do ensino fundamental. Em 2010, ela escreveu um livro sobre o Projeto Espantaxim e publicou, em inglês, junto com o pianista de jazz e de música popular brasileira Amilton Godoy, “Meu primeiro álbum de piano solo”, prefaciado pelo pianista Arthur Moreira Lima. Com essa obra, Dulce Auriemo ganhou o segundo lugar do Prêmio Jabuti de 2009, na categoria Didático ou paradidático do ensino fundamental e médio.

“Meu sentimento foi infantilmente forte. Eu não esperava”, manifestou Dulce. Ela resolveu então criar um prêmio literário para as crianças, que é o Prêmio Espantaxim. Segundo Dulce, o prêmio “abre portas e fica para toda a vida. É uma experiência maravilhosa”. O primeiro concurso foi lançado em 2010, na Bienal do Livro de São Paulo, com o tema Guardiões da natureza, e se repetiu daí para a frente a cada dois anos. Dulce Auriemo disse que como foram muitos os trabalhos recebidos no primeiro concurso, ela resolveu estender o prêmio para todo o país a partir da segunda edição.

Desenvolvimento

Na última edição nacional de 2018, foram recebidas 3.393 obras de crianças de 14 estados. “É muito gratificante”, comentou. As escolas trabalham com as crianças o tema que busca sempre ser instrutivo e atrativo. No regulamento do prêmio, que pode ser acessado no site, há o Portal do Professor instruindo como deve ser feito o desenvolvimento dos trabalhos em classe com as crianças. Segundo Dulce, o prêmio constitui um trabalho de apoio extra para os professores, uma vez que não faz parte do currículo escolar.

O prêmio é dividido por faixa etária, para crianças de 7 e 8 anos de idade, crianças de 9 e 10 anos e para crianças de 11 e 12 anos de idade. “As obras são julgadas de acordo com a faixa etária das crianças”, destacou Dulce. Não existe inscrição. O envio das obras pelas escolas já caracteriza a inscrição, sublinhou. A folha inicial do prêmio que está no site do concurso deve ser impressa e conter os dados da criança, idade, nome da escola, e-mail e telefone para a comissão julgadora poder entrar em contato com as pessoas após o julgamento das obras. As redações, poesias ou mensagens podem ser enviadas pelo correio ou pela internet mas, para isso, devem ser bem escaneadas, porque têm de ser escritas a mão pelas crianças, a lápis ou caneta. Não podem ser digitalizadas.

Antologia

Serão premiadas este ano 250 crianças, que receberão uma antologia com todos os resultados do concurso que incluem os trabalhos vencedores, destaques e selecionados. “Cada criança é merecedora de uma página no livro”,ressaltou Dulce Auriemo. O principal objetivo do concurso é o estímulo à escrita e à leitura. “A gente percebe que as crianças que escrevem melhor são as que leem mais, que gostam de ler. É muito bom para aumentar o vocabulário”. Dulce chamou a atenção que o prêmio não tem fins lucrativos. “É uma forma de contribuir para a educação infantil brasileira”.

O resultado será divulgado em novembro e a entrega do Prêmio Espantaxim 2020 ocorrerá no dia 17 de abril de 2021, na Sala São Paulo, patrimônio histórico e cultural da capital paulista. Além da antologia deste ano do prêmio, cada criança receberá outros dois livros com os resultados de duas edições anteriores, e um boneco Espantaxim, que é o mascote da premiação.

Os vencedores e destaques recebem também troféu. Todos receberão ainda a coleção completa de livros e CDS do Projeto Espantaxim. Dulce Auriemo informou que as redações ou histórias e as poesias devem conter até 30 linhas, no máximo, e recomendou que as crianças não escrevam no verso da página. As mensagens, por sua vez, devem ter, no máximo, sete linhas. A edição 2020 do prêmio Espantaxim é a de maior número de premiados de toda a sua história.

Edição: Valéria Aguiar Tags: Prêmio Espantaxim 2020 crianças redações mensagens poesias

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Mundo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE