Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Prefeito de Belém dá novos prazos para entregar unidades de saúde em atraso

Unidade Básica de Saúde do Castanheira e o Pronto Socorro do Guamá deveriam ser entregues em julho de 2018. Prazo final será fevereiro, garante Zenaldo Coutinho.

 

Prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, prorrogou o prazo para entrega de unidades básicas de saúde e do Pronto Socorro do bairro do Guamá que estão com as entregas à população atrasadas. O pronunciamento aconteceu durante a comemoração do 404 anos da capital paraense no Complexo do Ver-o-Peso.

Programado para ser entregue em julho de 2019, a Unidade Básica de Saúde do Jurunas ainda não foi concluída e teve a inauguração adiada para fevereiro de 2020.

"Fase de conclusão da reforma, agora em janeiro, e a gente imediatamente inicia a questão mobiliar e equipe para já entregar, também, no início do ano agora", afirmou Zenaldo Coutinho.

Sobre a Unidade Básica de Saúde do Portal da Amazônia, que custou mais de R$ 1,5 milhão dos cofres municipais e federais e que deveria ser entregue em agosto do ano passado, o prefeito de Belém garantiu que logo será inaugurada.

"Não só de lá, mas também a unidade básica de saúde do Portal (da Amazônia), que também é outra obra importante que nós estamos entregando".

Outra obra que também se arrasta é a Unidade Básica de Saúde do Castanheira. Com prazo de entrega inicial para julho de 2018, o Ministério Público Federal chegou a abrir um procedimento para apurar a razão da demora para concluir o serviço. Na época, a Prefeitura alegou dificuldades por causa da crise financeira. O contrato foi prorrogado para o primeiro trimestre de 2019. Agora, o prazo para entrega está marcado para fevereiro deste ano.

Já o Pronto Socorro do Guamá, que está fechado desde julho de 2018, está em fase final de conclusão. "O PSM está pronto, só está na fase de instalação da redundância do sistema elétrico, grupo gerador e etc. Agora, finalzinho de janeiro ou no máximo na primeira semana de fevereiro será entregue já para funcionar", garantiu Zenaldo Coutinho.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE