Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Acusado de torturar e gravar crime é condenado a cinco anos de prisão em Limoeiro do Ajuru

Pena do réu deve ser cumprida em regime fechado.

 

Um homem acusado de cometer crime de tortura foi condenado a 5 anos e 3 meses de prisão nesta segunda-feira (13), pela comarca de Limoeiro do Ajuru, no nordeste do Pará.

Segundo consta no processo, o réu Marco Antônio Wanzeler Farias torturou a vítima para obter informações do paradeiro de uma arma e filmou todo o crime. A pena do acusado deve ser cumprida em regime fechado.

A defesa do acusado alegou falta de fundamentação na decisão que negou suposto direito do réu em apelar para sentença em liberdade. A desembargadora do caso não acolheu o argumento.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE