Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Morre o filósofo conservador britânico Roger Scruton, aos 75 anos

Autor de aproximadamente 50 livros, Roger Scruton era cânone do pensamento conservador. O filósofo lutava contra um câncer há seis meses.

 

Aos 75 anos de idade, morreu neste domingo (12) o filósofo britânico Roger Scruton. De acordo com comunicado enviado por sua família, ele enfrentava um câncer, diagnosticado há seis meses.

Fronteiras do Pensamento recebe palestra sobre política mediada por Roger Scruton

Fronteiras do Pensamento recebe palestra sobre política mediada por Roger Scruton

"Ele nasceu em 27 de fevereiro de 1944 e lutou contra um câncer pelos últimos seis meses. Sua família é extremamente orgulhosa dele e de todas suas conquistas", diz o comunicado.

Ex-conselheiro do governo britânico e autor de aproximadamente 50 livros, Scruton se tornou um dos cânones do pensamento conservador em todo mundo. Em agosto do ano passado, ele veio ao Brasil para promover o lançamento de sua obra mais recente, 'Conservadorismo: um convite à grande tradição' (Ed. Record, 2019).

A produção de Scruton contempla escritos sobre política, mas também reflexões sobre estética e moral. Outras obras importantes são 'O que é conservadorismo', 'Como ser um conservador', "A alma do mundo' e 'Uma breve história da filosofia moderna'.

  • A diferença entre esquerda e direita segundo Roger Scruton: entenda

Em declarações recentes, o pensador se posicionou a favor da saída do Reino Unido da União Europeia e elogiou a política econômica brasileira.

Scruton deixa a mulher, Sophie, e os filhos, Sam e Lucy.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE