Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Secretário de Defesa dos EUA diz não ter evidências de que Irã planejava atacar embaixadas norte-americanas

Em entrevista para a rede CBS, Esper afirmou, no entanto, de que a expectativa dele era de que, no futuro, poderiam ocorrer ataques em embaixadas.

 
 -   /
/ /

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Mark Esper, disse neste domingo (12) não ter evidências de que o Irã planejava atacar quatro embaixadas norte-americanas.

Na semana passada, o presidente dos EUA, Donald Trump, justificou o ataque que vitimou o general Qassem Soleimani como uma medida para evitar uma ação do Irã contra as embaixadas dos EUA.

Trump e o secretário de Defesa,  Mark Esper, em julho de 2019 — Foto: Nicholas Kamm / AFP Trump e o secretário de Defesa,  Mark Esper, em julho de 2019 — Foto: Nicholas Kamm / AFP

Trump e o secretário de Defesa, Mark Esper, em julho de 2019 — Foto: Nicholas Kamm / AFP

"Eu não vi evidências quanto a quatro embaixadas", disse Esper em entrevista concedida para a CBS. Ele ponderou, no entanto, que a expectativa dele era de que, no futuro, poderiam ocorrer ataques em embaixadas. "As embaixadas são a demonstração mais proeminente da presença americana em um país", afirmou.

Mais tarde, em sua conta no Twitter, Esper escreveu que os “Estados Unidos não vão tolerar mais agressões do Irã."

ESCALADA DE CONFLITO ENTRE EUA E IRÃ

  • Ataque ordenado por Trump mata principal general iraniano

  • Qassem Soleimani: quem era o general iraniano

  • O que se sabe sobre o bombardeio

  • Cronologia da crise

  • Vídeos sobre o ataque

  • Entenda quem é quem na crise

  • Podcast: mundo em alerta diante da crise

  • Homenagens a general reúnem multidões no Irã e no Iraque

  • Trump diz ter 52 alvos para ataque no Irã; Exército iraniano duvida

  • Irã diz que não vai respeitar acordo sobre enriquecimento de urânio

  • Podcast: o programa nuclear iraniano

  • Bases dos EUA são atacadas no Iraque, e Irã assume responsabilidade

  • Trump diz que ataque do Irã não deixou mortos e anuncia novas sanções

  • O que é o artigo 51, norma da ONU que Irã usou para justificar ataque

  • Avião de voo comercial cai no Irã; há suspeita de que míssil o derrubou

  • Iraque pede para EUA iniciar retirada de soldados de seu território

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE