Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Vítima de estupro morre na Índia após ser incendiada

A mulher estava a caminho do embarque em um trem para comparecer a uma audiência do caso sobre seu estupro quando foi encharcada de querosene e queimada na quinta-feira 5 .

 
 -   /
/ /

Uma vítima de estupro de 23 anos, queimada por um grupo de homens que incluía acusados de seu estupro, morreu em um hospital de Nova Déli, provocando protestos de líderes da oposição que culpam o partido do governo pelo fracasso em combater incidentes de violência contra as mulheres.

A mulher estava a caminho do embarque em um trem no distrito de Unnao, no estado de Uttar Pradesh, no norte do país, para comparecer a uma audiência do caso sobre seu estupro quando foi encharcada de querosene e queimada na quinta-feira (5), de acordo com a polícia.

Ela foi levada de avião para Nova Déli no mesmo dia para um hospital.

O ataque, o segundo grande caso de violência contra mulheres nas últimas duas semanas, espalhou a indignação na Índia.

A mulher morreu na sexta-feira (6) após sofrer uma parada cardíaca, informou à Reuters o Dr. Shalabh Kumar, diretor do departamento de queimaduras e cirurgia plástica do hospital Safdarjung de Nova Déli.

Manifestantes com os olhos vendados participam de um protesto em Nova Deli, na Índia, em solidariedade às vítimas de estupros e em oposição à violência contra a mulher neste sábado (7) — Foto: Adnan Abidi/Reuters Manifestantes com os olhos vendados participam de um protesto em Nova Deli, na Índia, em solidariedade às vítimas de estupros e em oposição à violência contra a mulher neste sábado (7) — Foto: Adnan Abidi/Reuters

Manifestantes com os olhos vendados participam de um protesto em Nova Deli, na Índia, em solidariedade às vítimas de estupros e em oposição à violência contra a mulher neste sábado (7) — Foto: Adnan Abidi/Reuters

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE