Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Internacional

Pelo menos 20 pessoas morreram em confrontos no México

 
Pelo menos 20 pessoas morreram durante o fim de semana, em confrontos entre narcotraficantes e as forças de segurança ocorridos no norte do México, perto da fronteira com os Estados Unidos.

Após 24 horas de tiroteio, "14 traficantes foram abatidos, quatro membros da polícia estatal morreram, bem como dois civis não armados, sequestrados e assassinados pelos traficantes", declarou o governador do estado de Coahuila, Miguel Angel Riquelme, em um comunicado.

A polícia pediu a intervenção dos militares quando vários veículos, ocupados por pessoas fortemente armadas, circulavam pela localidade Villa Union.

Os tiroteios ocorreram em vários pontos do local a cerca de 60 quilómetro da fronteira norte-americana. De acordo com as autoridades, a área era "muito tranquila" e não registava qualquer violência relacionada com o narcotráfico.

O governador de Coahuila atribuiu este ataque ao cartel Noreste, criado no estado de Tamaulipas, como uma divisão do grupo criminoso Zetas.

Estes confrontos ocorrem um ano depois da chegada ao poder do Presidente de esquerda, Andres Manuel Lopez Obrador.

De acordo com dados oficiais, mais de 250 mil pessoas foram assassinadas no México, desde que o governo lançou, em dezembro de 2006, uma operação contra a droga no país. Desde o início deste ano, as autoridades registaram 26 mil mortos.

Saiba mais

  • Tiroteio entre traficantes e policiais deixa 14 mortos no México
Edição: Carolina Gonçalves Tags: México tráfico confrontos

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE