Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLICIA

Operação Fumaça do Mal apreende cigarros e essências de narguilé em Goiânia

 

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (DECAR), deflagrou, nesta sexta-feira (29), a Operação Fumaça do Mal, com o escopo de combater a comercialização ilícita de cigarros de origem duvidosa, bem como do produto conhecido por narguilé, altamente tóxico e de importação proibida.

Em um galpão no Setor Santa Genoveva, a Polícia Civil apreendeu enorme quantidade de cigarros, fumos e narguilé. Dois empresários foram conduzidos para a Decar suspeitos de serem os responsáveis pela venda de tais produtos (cigarros e essência de vários sabores de narguilé). De acordo com as investigações, tudo era vendido a pequenos comércios localizados em vários bairros de Goiânia, proporcionando alta lucratividade aos envolvidos.

O delegado Alexandre Bruno, titular da especializada, destaca que durante sessão de uma hora de uso de narguilé, a quantidade de fumaça inalada equivale a fumar entre 100 e 200 cigarros. “Ao fumar narguilé, a pessoa fica exposta por muito mais tempo à fumaça do tabaco, uma vez que o tempo de duração de um cigarro é bem menor, de alguns minutos”, emenda.

A investigação prossegue agora com o auxílio da Secretaria de Economia do Estado de Goiás no que tange às questões tributárias.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE