Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Três homens são presos em flagrante por porte ilegal de armas, receptação e crime ambiental, em Oriximiná

Com eles foram encontradas armas de fogo, oito pirarucus, dois tambaquis e quatro tracajás, além de uma embarcação que foi furtada no início do mês de outubro.

 
 -   /
/ /

Três homens foram presos e autuados em flagrante em Oriximiná, oeste do Pará, na quarta-feira (6), pela prática de crime ambiental. As prisões ocorreram após a Polícia Civil receber a informação de que um desses grupos invadiu uma propriedade na região da Boca dos Currais, Lago Pacuateua.

Segundo a denúncia, o grupo estava pescando tambaqui (espécie que está no período de defeso) e pirarucu, e apreendendo quelônios.

Ao chegar no local, os policiais, juntamente com fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), constataram que a prática estava sendo realizada. Os invasores estavam armados com espingarda e revólver. A Polícia Civil tem atuado no município contra grupos armados que realizam pesca ilegal e invadem propriedades privadas na zona rural.

Com eles foram encontrados: uma espingarda cartucheira calibre 20, sem marca e numeração, com cinco cartuchos carregados, um revólver calibre 32 com três munições intactas e outra munição deflagrada, uma malhadeira com aproximadamente 110m de comprimento de malha 12, uma malhadeira tipo arrastão de malha 23 com aproximadamente 130m de comprimento, além de oito pirarucus, dois tambaquis, quatro quelônios (tracajás), um casco de lancha confeccionado em fibra e uma canoa de madeira com motor rabeta. Sendo que, o casco dessa lancha de fibra havia sido furtado no dia 14 de outubro de dentro de uma propriedade particular.

Tracajás e pirarucus foram apreendidos durante a operação da Polícia Civil e Sema, em Oriximiná — Foto: Polícia Civil/Divulgação Tracajás e pirarucus foram apreendidos durante a operação da Polícia Civil e Sema, em Oriximiná — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Tracajás e pirarucus foram apreendidos durante a operação da Polícia Civil e Sema, em Oriximiná — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Os animais apreendidos e os instrumentos de pesca foram encaminhados à Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Oriximiná para os procedimentos legais.

Foram presos no local: Max Berge Eleutério de Almeida, conhecido como “Pombinho”, Waldinei Luiz da Silva e Francinaldo Printes dos Santos. Os homens devem responder por porte ilegal de armas de fogo, receptação e crime ambiental.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE