Agricultura

Agricultura

Fechar
PUBLICIDADE

Agricultura

Tecnologia e segurança na aplicação de defensivos são temas de visita da Crop Life Latin America à UR, em Jundiaí-SP

 

Jundiaí (SP) – Coordenador da Unidade de Referência em Tecnologia e Segurança na Aplicação de Agroquímicos (UR), e de outros três programas de relevância na área, o pesquisador Hamilton Ramos recebeu recentemente à executiva Gabriela Briceño. Gerente de Stewardship da entidade Crop Life Latin America, ela assistiu a uma apresentação sobre a atuação conjunta entre o Centro de Engenharia e Automação do Instituto Agronômico (CEA-IAC), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP, e a iniciativa privada.

 

Na sede do CEA-IAC, em Jundiaí (SP), segundo Ramos, são mantidos, além da UR, os programas Aplique Bem, IAC-Quepia de Qualidade de Equipamentos de Proteção Individual na Agricultura e Adjuvantes da Pulverização, que foram alvo de uma apresentação feita pelo pesquisador. A gerente da Crop Life Latin America estava acompanhada do gerente da Andef – Associação Nacional de Defesa Vegetal, Fabio Kagi e do diretor da empresa Protect, Giovanno Formagio.

 

“Tivemos uma oportunidade valiosa para tratar de avanços obtidos pela pesquisa agrícola, nos últimos anos, na área de tecnologia de aplicação”, resume Ramos. “Mostramos ainda dados e resultados relevantes desses quatro programas que contam com apoio integral da iniciativa privada.”

 

Ramos assinalou que o programa Aplique Bem leva a propriedades rurais treinamentos práticos na área de tecnologia de aplicação. Já a Unidade de Referência oferece cursos para multiplicadores de boas práticas na aplicação de defensivos agrícolas, enquanto o IAC-Quepia desenvolve métodos de análise e certifica a qualidade de vestimentas e luvas de proteção rural. O programa de Adjuvantes da Pulverização, de acordo com Ramos, transfere rendimento agrícola e preserva o meio ambiente nas propriedades.  

 

Após percorrer às dependências do centro de pesquisas de Jundiaí, ao final do encontro, o grupo de visitantes foi conhecer à unidade industrial da empresa Protect, que produz equipamentos de proteção individual agrícola (EPI) na cidade vizinha de Sumaré, e é membro do programa IAC-Quepia.

 

A Crop Life é uma organização sem fins lucrativos integrada por companhias do setor de defensivos agrícolas e formada também por uma rede de 25 associações, atuantes em 18 países da América Latina. A entidade representa à chamada indústria da ‘Ciência dos Cultivos’ para promover marcos legais e regulatórios de base científica, além de difundir as contribuições dessas empresas à agricultura mundial.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE