Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Netanyahu é retirado de comício após alarme de ataque em Israel

Vídeo mostra momento em que seguranças escoltam primeiro-ministro israelense para fora do palco e o tiram de local na cidade de Ashdod; exército diz que dois mísseis disparados da faixa de Gaza foram bloqueados por sistema de defesa.

 

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, foi retirado por seus seguranças de um comício na cidade de Ashdod, na noite desta terça-feira (10), depois que soaram no local sirenes de alarme de um possível ataque de foguetes vindos da faixa de Gaza.

Um vídeo mostra o premiê descendo tranquilamente do palco e sendo escoltado por sua equipe enquanto deixa o local do comício. Ao fundo é possível ouvir parte da plateia gritando “Bibi, Bibi”, apelido de Netanyahu (veja acima).

Segundo o jornal israelense “Haaretz”, que cita como fonte o exército local, dois mísseis disparados da faixa de Gaza foram bloqueados pelo sistema de defesa Cúpula de Ferro. O jornal diz ainda que alertas também soaram na cidade de Ashkelon.

Partido de Netanyahu aposta em jingle para mostrar apoio internacional: 'Vamos, Putin; Vamos, Trump'

O evento do qual Netanyahu participava nesta terça era parte de sua campanha para tentar a reeleição. As eleições de Israel acontecem na próxima terça-feira (17) e serão a segunda votação no país em menos de seis meses.

No plano interno, o primeiro-ministro está com sua força política abalada por denúncias de irregularidades. Desde o fim de 2018, Netanyahu responde por acusações de corrupção, fraude e abuso de confiança em três diferentes casos. Recentemente, a sua mulher, Sara, reconheceu ter utilizado dinheiro público irregularmente para pagar refeições de luxo.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE