Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Estudantes e servidores protestam em defesa da educação no Pará

Ato ocorre nesta terça-feira 13 em favor da educação e contra a Reforma da Previdência.

 
 -   /
/ /

Estudantes, professores e servidores de instituições federais realizaram nesta terça-feira (13) um ato pela educação e contra a reforma da Previdência em todo país. No Pará, o movimento foi coordenado pelo Sindicato dos trabalhadores de instituições federais do Pará (Sindtifes) em Belém, Marabá e Parauapebas.

BELÉM, 9h50: Concentração de manifestantes foi na Praça da República.  — Foto: Alvaro Ribeiro/ TV Liberal BELÉM, 9h50: Concentração de manifestantes foi na Praça da República.  — Foto: Alvaro Ribeiro/ TV Liberal

BELÉM, 9h50: Concentração de manifestantes foi na Praça da República. — Foto: Alvaro Ribeiro/ TV Liberal

Em Belém, manifestantes se concentraram desde às 8h na Praça da República. Com faixas e cartazes, os manifestantes saíram em caminhada às 10h40 para a sede da Assembleia Legislativa do Pará. As instituições públicas de ensino superior UFPA e UFRA paralisaram as atividades.

MARABÁ, 10h30: estudantes e professores saem em caminhada pelas ruas da cidade.  — Foto: Adriano Baracho/ TV Liberal MARABÁ, 10h30: estudantes e professores saem em caminhada pelas ruas da cidade.  — Foto: Adriano Baracho/ TV Liberal

MARABÁ, 10h30: estudantes e professores saem em caminhada pelas ruas da cidade. — Foto: Adriano Baracho/ TV Liberal

Na cidade de Marabá, no sudeste do estado, as aulas também foram suspensas na Unifesspa. Professores e estudantes se concentraram por volta de 8h no Polo I da instituição e saíram por volta de 9h em caminhada pelas principais ruas no centro de Marabá.

Já em Parauapebas, também no sudeste do Pará, os professores municipais aderiram a paralisação nacional da categoria. Por conta disso, as aulas nos colégios públicos da cidade foram suspensas. Os manifestantes se reuniram na câmara de vereadores do município.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE