Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Atualidades

Exposição instiga a reflexão sobre o Brasil de ontem, hoje e amanhã

No dia 22, o Sesc Belenzinho inaugura “Meta-Arquivo 1964-1985”, em parceria com o Memorial da Resistência

 

download do áudio Meta Arquivo 1964-1985 instiga o público a uma reflexão sobre os dias turbulentos que o Brasil está atravessando. Sob a curadoria de Ana Pato, a mostra será inaugurada no Sesc Belenzinho, no próximo dia 22. A professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, Giselle Beiguelman, também integra o grupo de artistas que participam da exposição. Em sua coluna Ouvir Imagens, da Rádio USP, comenta a mostra (clique no player acima).

A exposição tem como foco a ditadura brasileira de 1964 a 1985. “As questões principais da curadoria são como construir e problematizar um arquivo, como torná-lo público e como falar do trauma”, afirma Giselle Beiguelman. “Para tanto, Ana Pato propõe um gesto coletivo de engajamento dos artistas e do público nas instituições de memória, para que seja possível conhecermos suas histórias, como e por que elas foram criadas, para que servem e como podemos interrogá-los e liberar a violência contida nesses espaços de memória.”

Meta-Arquivo 1964-1985 não é uma mostra temática de trabalhos ou de obras individualmente concebidas para a exposição. Segundo a professora, todos os trabalhos foram produzidos ao longo de um ano a partir de pesquisas em diferentes acervos e com base em documentos coletados na Coleção do Archivo Storico Del Movimento Operario Brasiliano (Asmob), Arquivo do Estado de São Paulo, no Centro de Arqueologia e Antropologia Forense da Unifesp, e a partir também de um processo muito rico de reuniões de trabalho que envolveram os artistas, a curadora e também grupos fechados de discussão na internet.

Além da professora, participam Ana Vaz, Grupo Contrafilé, Ícaro Lira, Mabe Bethônico, Paulo Nazareth, Rafael Pagatini e Traplev. A exposição é uma realização do Sesc de São Paulo, em parceria com o Memorial da Resistência, que neste ano completa dez anos. “Como assinalam Marília Bonas, coordenadora do Memorial da Resistência, e Jochen Volz, diretor da Pinacoteca de São Paulo, o projeto Meta-Arquivo representa muito mais que um processo de pesquisa e criação artística. Ele congrega a potência do encontro da arte e arquivos, tendo como base um período histórico cujos males, se não debatidos, teimarão em fincar raízes no Brasil de hoje e amanhã”, comenta Giselle Beiguelman.

Quem quiser saber mais sobre a exposição Meta-Arquivo acesse: www.desvirtual.com


Ouvir Imagens 
A coluna Ouvir Imagens, com a professora Gisele Beiguelman, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio  USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e  TV USP.

.

jQuery(document).ready(function($) { $.post('https://jornal.usp.br/wp-admin/admin-ajax.php', {action: 'wpt_view_count', id: '264497'}); });

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE