Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLICIA

Ao menos dez pessoas são vítimas de golpe praticado por administrador de imóveis

 
(Imagem ilustrativa)

Um corretor de imóveis está sendo investigado em Goiânia após ter feito pelo menos 10 vítimas em contratos de locação de imóveis. De acordo com as investigações, conduzidas pela 13ª Delegacia Distrital de Polícia, D.P.C., de 35 anos, atua como corretor na região do Parque Amazônia, captando e intermediando compra e venda de imóveis. O corretor, que não é devidamente inscrito em órgão regulamentador da profissão, ainda atua, mediante contrato ou procuração, como administrador de imóveis locados.

Segundo o delegado Anderson Pimentel, que conduz as investigações, o homem teria lesado pelo menos 10 vítimas, somando um prejuízo de cerca de R$ 65 mil. O delegado esclarece que, como administrador, o investigado tinha direito a uma porcentagem nos contratos entre 5% e 10%, devendo repassar o restante do valor aos donos dos imóveis. No entanto, desde janeiro de 2019, ele teria deixado de repassar tais valores.

Para Pimentel, outros proprietários de imóveis podem ter sido lesados. “Acreditamos que outras pessoas possam ter sido prejudicadas, mesmo que em outros bairros”, comenta. O delegado esclarece que o homem está sendo investigado pelo crime tipificado no artigo 171 do Código Penal (estelionato). O investigado se apresentou à autoridade policial espontaneamente, no dia 16 de julho, e confirmou ter prejudicado as vítimas. No entanto, disse que pretende ressarcir os danos. As investigações continuam.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE