Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

MPPA investiga excesso de funcionários temporários na prefeitura de Pacajá, sudeste do Pará

Segundo levantamento preliminar realizado pelo MP, cerca de 20% dos funcionários da prefeitura são temporários e foram admitidos sem concurso público.

 
 -   /
/ /

O Ministério Público do Pará (MPPA) instaurou na última segunda-feira (10) um inquérito para apurar o elevado número de servidores temporários na prefeitura de Pacajá, sudeste do estado. De acordo com um levantamento preliminar realizado pelo MP, cerca de 20% dos funcionários da prefeitura são temporários e foram admitidos sem concurso público.

Segundo o portal da transparência do município, existem 1680 funcionários vinculados à prefeitura. Dessas lotações, 343 são de contratos temporários. De acordo com a promotoria que investiga o caso, essa situação pode caracterizar o crime de improbidade administrativa.

O MPPA afirmou que já notificou a prefeitura de Pacajá sobre a instauração do inquérito. A partir deste momento, a administração municipal tem o prazo de 15 dias para justificar os vínculos temporários existentes.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE