Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Audiência pública discute segurança na comunidade Boim, no Rio Tapajós

Mais de 200 moradores de 15 comunidades participaram do evento.

 

Com o objetivo de discutir a segurança na comunidade de Boim, região do Rio Tapajós em Santarém, oeste do Pará, uma audiência pública foi realizada na quinta-feira (14). Participaram representantes dos órgãos de segurança, Câmara Municipal, Prefeitura, órgãos ambientais e comunitários.

A preocupação dos moradores é que, com a criação do Distrito de Boim, a população fique em situação de vulnerabilidade. Mais de 200 moradores de cerca de 15 comunidades apresentaram as demandas para os órgãos representados. De acordo com os comunitários, ocorrências como: tráfico de drogas, homicídios, violência doméstica e abuso infantil, são as mais registradas nas comunidades.

Na ocasião foram discutidos mecanismos e um plano de segurança pública para a região de rios. Segundo o vereador Júnior Tapajós (PR), a expectativa é que, com o início das ações preventivas e a presença das polícias Civil e Militar na região, situações como essas possam ser melhor controladas.

“A dificuldade de acesso a essas regiões sempre foi o maior obstáculo para que a segurança pública possa ser mais presente nas comunidades. A expectativa é que, a parceria entre polícia e poder público possa proporcionar essas ações de forma periódica para que possamos ter o início de uma solução”, disse o vereador.

Também participaram da audiência os vereadores Chiquinho da UMES (PSDB) e Dayan Serique (PPS), o superintendente regional da Polícia Civil no Baixo Amazonas - delegado Jamil Casseb, o comandante do 3º BPM - tenente-coronel Aldemar Maués.

Mais de 200 comunitários participaram da reunião — Foto: Divulgação Mais de 200 comunitários participaram da reunião — Foto: Divulgação

Mais de 200 comunitários participaram da reunião — Foto: Divulgação

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE