Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Incêndio em usina de Belo Monte é controlado, diz Comando do Corpo de Bombeiros

As causas ainda não foram confirmadas e o trabalho dos bombeiros deve continuar nesta terça-feira 12 . Norte Energia diz que só houve perdas materiais.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

O incêndio que atingiu um galpão dentro da área da usina de Belo Monte, em Vitória do Xingu, sudoeste do Pará, já foi controlado, segundo o Comando dos Bombeiros em Altamira.

As causas ainda não foram confirmadas e o trabalho dos bombeiros deve continuar nesta terça-feira (12). De acordo com a Norte Energia, responsável pelo empreendimento, não houve vítimas.

Incêndio atinge galpão no Consórcio Construtor Belo Monte, no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal Incêndio atinge galpão no Consórcio Construtor Belo Monte, no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Incêndio atinge galpão no Consórcio Construtor Belo Monte, no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Em nota, a empresa disse que o fogo foi controlado por volta das 21h20, restando apenas os trabalhos de rescaldo. A empresa e o Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) disseram que vão investigar as causas e consequências do incêndio.

As chamas começaram no almoxarifado, segundo os Bombeiros. Imagens mostram a enorme coluna de fumaça escura que assustou os funcionários durante a tarde. Veja no vídeo.

Incêndio atinge área da usina de Belo Monte, em Vitória do Xingu, no Pará

Incêndio atinge área da usina de Belo Monte, em Vitória do Xingu, no Pará

O Governo do Estado disse que a brigada de incêndio da empresa não foi suficiente para controlar as chamas.

O acionamento dos bombeiros foi feito por volta das 17h40. Equipes de Altamira foram deslocadas até Vitória do Xingu, distante cerca de 50 km, mobilizando 17 militares e duas viaturas, com suporte incluindo carros pipas e água para combater o incêndio.

Em nota, a Norte Energia informou que "por medida de segurança, todos os trabalhadores foram retirados do local". Ainda segundo o consórcio construtor, não houve vítimas e os danos foram somente materiais.

Chamas eram vistas de longe na rodovia BR-230, a Transamazônica. — Foto: Reprodução / TV Liberal Chamas eram vistas de longe na rodovia BR-230, a Transamazônica. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Chamas eram vistas de longe na rodovia BR-230, a Transamazônica. — Foto: Reprodução / TV Liberal

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE