Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Prefeitura de Aragarças suspende aulas após frota escolar ser destruída por facção criminosa

 
Um dos ataques mais audaciosas na região do Vale do Araguaia aconteceu na cidade de Aragarças-GO, divisa com Mato Grosso, onde cinco criminosos colocaram fogo em sete onibus escolares, uma ambulância e um rabecão do IML. O incêndio aconteceu na madrugada de domingo (10/2). Cinco suspeitos foram presos e confesseram o crime dizendo que colocaram fogo nos ônibus em represália a morte de um colega suspeito durante confronto com a PM na cidade de Bom Jardim-GO no sábado (9/2). 

Populares e bombeiros tentaram impedir a destruição mas infelizmente não conseguiram. Diante da falta de onibus, o prefeito José Elias Fernandes e a secretária de Educação Mara Nei Fernandes divulgaram nota confirmando a suspensão das aulas escolares em Aragarças de 11 a 15 de fevereiro.

O prefeito José Elias concedeu entrevista para Tv Anhanguera e Record que mandaram equipes de reportagens de Goiânia para documentar essa tragédia. “Nós estamos arrasados e sem chão porque o maior prejudicado com essa atentado foi a nossa população”, frisou o prefeito de Aragarças.

Nesta segunda-feira José Elias dará uma entrevista por volta das 9 horas da manhã na Rádio CBN de Goiânia para falar sobre o atentado. Diversos prefeitos, deputados estão ligando se solidarizando com a cidade de Aragarças. O prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias, fez um nota onde demonstrou seu afeto, carinho e preocupação com a população aragarcense diante deste atentado.

Espera-se que o governo do estado e federal se manifestem e ajudem a cidade de Aragarças a reconquistar a frota escolar. O prejuízo está sendo calculado em torno de dois milhões de reais.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE