Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Geral

Rio sai do estágio de crise mais de dois dias depois de temporal

 
 - Avenida Niemeyer é parcialmente liberada -  strong Tânia Rêgo/Agência Brasil /strong
Avenida Niemeyer é parcialmente liberada - strong Tânia Rêgo/Agência Brasil /strong
O município do Rio de Janeiro saiu do estágio de crise às 10h30 de hoje (9), depois de quase 60 horas nesse estado, devido ao temporal que atingiu o Rio de Janeiro na última quarta-feira (6). Em nota, o Centro de Operações da prefeitura do Rio informa que o município retornou ao estágio de atenção às 10h30 deste sábado.

“Equipes da prefeitura permanecem atuando para finalizarem as ocorrências causadas pelos impactos da chuva. Segundo o Sistema Alerta Rio, este sábado está com céu parcialmente nublado a nublado e não há previsão de chuva. Os ventos são de intensidade fraca a moderada e as temperaturas permanecerão estáveis, com máxima prevista de 34°C e a mínima de 19°C”, declarou.

Avenida Niemeyer, em São Conrado, foi parcialmente liberada hoje (9). O tráfego na via é feito de maneira reduzida. Equipes da prefeitura trabalham na contenção das encostas, remoção da lama e retirada de árvores com ameaça de queda.
Avenida Niemeyer é parcialmente liberada - Tânia Rêgo/Agência Brasil
A Avenida Niemeyer foi parcialmente liberada hoje (9) no sistema pare-siga nos dois sentidos, para o trabalho das equipes de emergência da prefeitura na contenção das encostas, remoção da lama e retirada de árvores com ameaça de queda. O tráfego na via é feito de maneira reduzida. A opção para quem trafega entre a Barra da Tijuca e São Conrado é utilizar o Túnel Zuzu Angel.

Falta de energia

A concessionária de distribuição de energia Light informou que ainda existem 6,8 mil clientes sem energia por conta do temporal. A empresa teve de reconstruir 12 quilômetros de rede elétrica, o equivalente a uma ponte Rio Niterói, em 48 horas, por conta do temporal. Em dias normais, seriam necessários de sete a 10 dias para fazer esse trabalho.

De acordo com a Light, a região mais crítica é a comunidade do Vidigal, na zona sul, com 1,2 mil clientes sem energia. “Estamos atuando na comunidade, em parceria com a prefeitura e com a Comlurb [Companhia de Limpeza Urbana] para liberar as vias de acesso. Devido à dificuldade de entrar na comunidade e à complexidade dos serviços, só conseguiremos restabelecer o fornecimento amanhã (10)”, informou.

A Light informou ainda que não há mais grandes de trechos de bairros com interrupções. A empresa atua agora em casos isolados em diferentes pontos da cidade, como Gávea, Jacarepaguá, Tijuca e Barra. Em todas essas regiões, a empresa está com dificuldade de atuação, pois há árvores de grande porte sobre a rede elétrica.

A tempestade da última quarta-feira derrubou 595 árvores pelas ruas do Rio. A concessionária disse que está trabalhando ininterruptamente, com 2 mil profissionais em campo, para restabelecer completamente o fornecimento de energia para as regiões afetadas pelo temporal.

Edição: Wellton Máximo Tags: Rio de Janeiro temporal tempestade enchente estágio de crise

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE