Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Barro acumulado em cela alerta agentes prisionais para túnel cavado por detentos no PEM III

Túnel já ultrapassava as muralhas do presídio. Segundo a Segup, nenhum preso chegou a fugir.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

Um amontoado de barro acumulado dentro de uma das celas do Presídio Estadual Metropolitano III (PEM III), em Marituba, região metropolitana de Belém, alertou agentes penitenciários para a existência de um túnel no local. Os agentes faziam o procedimento de tranca de internos no último sábado (12), quando viram uma grande quantidade de terra entre as camas dos presos.

Militares do Batalhão de Polícia Penitenciário (BPOP) fizeram uma interceptação ao local. A grande quantidade de terra amontoada era oriunda de um túnel que estava sendo cavado por detentos para fuga do presídio.

Grande quantidade de terra chamou atenção de agentes prisionais. — Foto: Divulgação/ Segup Grande quantidade de terra chamou atenção de agentes prisionais. — Foto: Divulgação/ Segup

Grande quantidade de terra chamou atenção de agentes prisionais. — Foto: Divulgação/ Segup

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (Segup), o túnel fica localizado na cela 5 do bloco B e já ultrapassava a muralha do presídio, em direção ao Centro de Recuperação Feminino de Marituba, próximo da unidade.

Ainda segundo a Susipe, os detentos envolvidos foram realocados e obras para fechar o túnel já estão em andamento.

Túnel já ultrapassava as muralhas do presídio.  — Foto: Divulgação/ Segup Túnel já ultrapassava as muralhas do presídio.  — Foto: Divulgação/ Segup

Túnel já ultrapassava as muralhas do presídio. — Foto: Divulgação/ Segup

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE