Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Conselho de Segurança da Casa Branca pede opções de ataque ao Irã, diz jornal

Órgão liderado por John Bolton teria pedido informações de ataque ao Pentágono, segundo o Wall Street Journal.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

O Conselho Nacional de Segurança da Casa Branca pediu ao Pentágono que fornecesse opções para atacar o Irã, informou o Wall Street Journal neste domingo (13).

O pedido veio depois que um grupo de militantes alinhados com Teerã lançou morteiros em uma área de Bagdá onde está a embaixada dos Estados Unidos. O ataque, que aconteceu em setembro do ano passado, atingiu um terreno desocupado e não feriu ninguém.

O pedido do Conselho de Segurança Nacional, liderado por John Bolton, não havia sido divulgado ainda e despertou profunda preocupação entre os funcionários do Pentágono e do Departamento de Estado, informou o jornal, autoridades e ex-funcionários do governo norte-americano.

O Pentágono aceitou o pedido, mas não se sabe se as opções para um ataque ao Irã também foram fornecidas à Casa Branca ou se o presidente Donald Trump sabia disso.

O Departamento de Estado e o Pentágono não comentaram a reportagem.

O porta-voz do Conselho Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSC, na sigla em inglês), Garrett Marquis, disse em um comunicado neste domingo: "O NSC coordena a política e oferece ao presidente opções para antecipar e responder a uma variedade de ameaças" e continuará a considerar "toda a gama de opções" após os ataques.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE