Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Venezuela reclama à OMC de sanções econômicas impostas pelos EUA

Trump assinou ordem executiva com sanções ao país em 2018, após a reeleição de Maduro para a presidência da Venezuela.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

O governo da Venezuela enviou à Organização Mundial de Comércio (OMC) nesta terça-feira (8) uma reclamação contra sanções econômicas impostas pelos Estados Unidos ao país em 2018, após a reeleição de Nicolás Maduro.

Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro — Foto: Miraflores Palace / Reuters Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro — Foto: Miraflores Palace / Reuters

Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro — Foto: Miraflores Palace / Reuters

No documento enviado à OMC, a Venezuela diz que os EUA “impuseram certas medidas coercitivas de restrição comercial com a República Bolivariana da Venezuela, no contexto de tentativas de isolamento econômico da Venezuela”.

O país acusa os EUA de desrespeitarem diversas regras estabelecidas pelo órgão de comércio internacional. A Venezuela diz ainda que “espera receber uma resposta dos Estados Unidos”, “a fim de fixar uma data mutuamente conveniente” para que os países discutam os acordos.

As sanções

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump — Foto: Carlos Barria/Reuters O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump — Foto: Carlos Barria/Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump — Foto: Carlos Barria/Reuters

Em maio de 2018, o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou uma ordem executiva banindo o envolvimento de cidadãos norte-americanos em negociações de títulos da dívida da Venezuela e de outros ativos. A medida, adotada após a reeleição de Maduro para a presidência, vale para bens relacionados ao petróleo e a outras áreas do governo da Venezuela.

  • Após reeleição de Maduro, EUA impõem novas sanções econômicas à Venezuela
  • EUA chamam reeleição de Maduro de farsa; veja repercussão internacional

Na ocasião, o ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, disse que as sanções estavam “em contradição absoluta com a lei internacional”.

  • EUA anunciam novas sanções contra a Venezuela

Nesta terça, os EUA anunciaram novas sanções contra a Venezuela. De acordo com uma nota publicada no site do Departamento de Tesouro dos EUA, as sanções visam um esquema de rede de câmbio venezuelano que teria desviado bilhões de dólares para funcionários do governo Maduro. Os alvos são 7 indivíduos e 23 organizações.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE