Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍTICA

Estado irá iniciar ano com déficit de quase R$ 1,9 bilhão, diz Mendes

 
 -
O Estado de Mato Grosso irá fechar 2018 com um déficit de quase R$ 1,9 bilhão e, segundo estimativas, poderá encerrar 2019 com um rombo de R$ 1,5 bilhão caso nao haja cortes nas despesas nem incremento de receita. Os números colhidos durante as reuniões da transição entre o atual e o próximo governo foram apresentados pelo governador eleito Mauro Mendes (DEM) aos deputados estaduais, em encontro na Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira (5).

Logo após deixar a reunião, a deputada Janaína Riva (MDB) conversou com a imprensa e considerou que a Assembleia, assim como o Governo e a população, terá que fazer o dever de casa a partir do próximo ano.

“Ele [Mauro] apresentou o cenário financeiro das contas do Estado. Achei muito interessante porque pela primeira vez teremos um orçamento que não é fictício, um orçamento realista da situação de Mato Grosso. Já vamos iniciar com um déficit de R$ 1,8 bilhão. Então sabemos que ano que vem é ano de fazer o dever de casa”, avaliou a deputada, apresentando documentos que estimam R$ 1.896.274.760,00 de déficit.

A deputada também elogiou o cuidado com o qual Mendes está tratando o assunto e garantiu que ele terá o respaldo da Assembleia Legislativa para conseguir equilibrar as contas até o ano de 2020.

"Gostei muito da fala do governador sobre o equilíbrio das despesas com relação a arrecadação. Porque o que vimos nestes últimos quatro anos foi um governo fazendo de tudo para reduzir despesa, mas não fez o dever de casa no que tange a arrecadação. Acho que o Mauro vai ter este equilíbrio e pelo que vejo terá um respaldo muito grande da Assembleia Legislativa para refazer as discussões que serão necessárias para o Estado. Acho que o projeto é para que em 2020 as contas do Estado tenham equilíbrio", afirmou.

Olhar Direto

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE