Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Turner Prize 2018: artista vence com filme sobre descoberta da sexualidade gravado em iPhone

Britânica Charlotte Prodger filmou durante um ano para mostrar a experiência de se assumir homossexual.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

A artista britânica Charlotte Prodger ganhou nesta terça (4) o Turner Prize 2018 por dois filmes autobiográficos, um deles gravado com iPhone. O prêmio foi de 25 mil libras (R$ 122,5 mil).

"Bridgit" foi filmado com smartphone durante um ano e aborda, em 33 minutos, a experiência de se assumir homossexual em uma cidade rural da Escócia.

O curta tem imagens de paisagens do interior do país e amigos da artista lendo trechos de seu diário.

O outro filme vencedor é "Stoneymollan Trail", que reúne filmagens de 1999 a 2015 ao redor da Escócia.

Seu trabalho explora identidade queer, paisagens, linguagem, tecnologia e o tempo. O júri elogiou Prodger por mostrar como a vida é mediada por tecnologias e histórias.

O Turner Prize consagra anualmente artistas visuais britânicos desde 1984.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE