Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Donald Trump chama atirador de bar na Califórnia de '''cachorrinho muito doente'''

Presidente sugere que autor do massacre sofria de estresse pós-traumático .

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira (9) que o atirador que matou 12 pessoas em um bar lotado no sul da Califórnia nesta semana era um "rapaz muito, muito doente" e especulou que o ex-fuzileiro naval poderia estar sofrendo de síndrome de estresse pós-traumático.

Ele é um cachorrinho muito doente — Donald Trump, sobre atirador na Califórnia

Vítimas do massacre da noite de quarta-feira na cidade de Thousand Oaks incluem um estudante de 18 anos da Universidade Pepperdine, um segurança do bar, um formando da Universidade Luterana da Califórnia e um fuzileiro naval veterano.

  • Veja quem são as vítimas do massacre na Califórnia

Dia de homenagens às vítimas do ataque em uma casa noturna na Califórnia

Dia de homenagens às vítimas do ataque em uma casa noturna na Califórnia

Ian David Long, de 28 anos, entrou no Borderline Bar and Grill, que estava lotado de universitários dançantes, e abriu fogo, atingindo fatalmente 12 pessoas antes de aparentemente se suicidar, disseram autoridades.

  • Ian David Long: veja o perfil do atirador

Jovem ferido em tiroteio em casa noturna de Thousand Oaks, nos EUA, recebe atendimento de equipe de emergência — Foto: RMG News via AP Jovem ferido em tiroteio em casa noturna de Thousand Oaks, nos EUA, recebe atendimento de equipe de emergência — Foto: RMG News via AP

Jovem ferido em tiroteio em casa noturna de Thousand Oaks, nos EUA, recebe atendimento de equipe de emergência — Foto: RMG News via AP

A CNN reportou que Long escreveu no Facebook perto da hora do massacre: "Eu espero que as pessoas me chamem de insano... não seria isso uma grande ironia?" Ele acrescentou: "Sim... Eu sou insano, mas a única coisa que vocês pessoas fazem depois desses ataques é 'esperanças e orações' e se perguntam o porquê de essas coisas continuarem acontecendo".

A página de Long no Facebook parece ter sido apagada.

Estresse pós-traumático

Jovens se abraçam após tiroteio em casa noturna de Thousand Oaks, na Califórnia — Foto: Ringo Chiu/Reuters Jovens se abraçam após tiroteio em casa noturna de Thousand Oaks, na Califórnia — Foto: Ringo Chiu/Reuters

Jovens se abraçam após tiroteio em casa noturna de Thousand Oaks, na Califórnia — Foto: Ringo Chiu/Reuters

O FBI ainda procura um motivo por trás do mais recente tiroteio em massa do país. O xerife do condado de Ventura, Geoff Dean, disse a repórteres na quinta-feira que Long pode ter sofrido de estresse pós-traumático.

  • Massacres a tiros ficaram mais frequentes nos EUA

"Ele era um fuzileiro naval, ele estava na guerra, serviu um período, viu algumas coisas muito ruins", disse Trump. "E muitas pessoas disseram que ele tinha estresse pós-traumático e é uma coisa difícil."

Mapa mostra local do tiroteio na Califórnia — Foto: Infográfico: Juliane Monteiro/G1 Mapa mostra local do tiroteio na Califórnia — Foto: Infográfico: Juliane Monteiro/G1

Mapa mostra local do tiroteio na Califórnia — Foto: Infográfico: Juliane Monteiro/G1

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE