Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Satanistas processam Netflix e Warner pela série '''O mundo sombrio de Sabrina'''

Seita pede US$ 50 milhões de direitos autorais pelo uso da estátua de Baphomet.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

A seita Satanic Temple processou a Netflix e a Warner Bros. nesta quinta-feira (08) pela série "O mundo sombrio de Sabrina".

A seita pede US$ 50 milhões (R$ 186,5 mi) pelo uso da estátua de Baphomet na produção. O processo alega que a imagem usada na série tem o mesmo design que a criada pelo templo e pede direitos autorais.

De acordo com o processo, a imagem de Baphomet, deus com corpo de homem e cabeça de bode, foi criada pela seita entre 2013 and 2014, baseada na iconografia do século 19.

Estátua de Baphomet em um dos episódios de "O mundo sombrio de Sabrina" — Foto: Reprodução/Netflix Estátua de Baphomet em um dos episódios de "O mundo sombrio de Sabrina" — Foto: Reprodução/Netflix

Estátua de Baphomet em um dos episódios de "O mundo sombrio de Sabrina" — Foto: Reprodução/Netflix

Os custos de projeção e construção da estátua foram de US$100 mil, segundo a Satanic Temple, que acusa a série de "representação estereotipada do mal".

A Netflix e a Warner não se manifestaram sobre o assunto.

'O mundo sombrio de Sabrina'

O remake estreou em 26 de outubro e reconta a história da bruxinha com doses de terror e elementos darks.

A nova versão da famosa séire dos anos 1990, "Sabrina, a aprendiz de feiticeira" tem assassinato, sangue e se aproxima de um thriller, tanto na condução da história quanto na edição.

Filha de um bruxo e de uma humana, Sabrina (Kiernan Shipka) está prestes a fazer 16 anos e precisa tomar uma decisão: preservar sua vida como humana ou se entregar aos poderes - e às ciladas - da bruxaria.

Órfã, ela vive com as tias Zelda (Miranda Otto) e Hilda ( Lucy Davis), e o primo Ambrose Spellman (Chance Perdomo).

A Netflix já produz a segunda temporada da série.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE