Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍTICA

Governador eleito de MT declara à Justiça Eleitoral ter gasto R$ 5,4 milhões na campanha

 
 -
O governador eleito em Mato Grosso, Mauro Mendes, do DEM, declarou à Justiça Eleitoral ter gasto mais de R$ 5,4 milhões na campanha eleitoral no estado. Foi a campanha mais cara de todos os candidatos ao governo de Mato Grosso.

Mauro Mendes teve 840.094 votos e deve governar o estado pelos próximos quatro anos. Wellington Fagundes (PR) teve 280.055 votos. O terceiro colocado, Pedro Taques (PSDB), atual governador do estado, que somou 271.952.

Dos R$ 5,4 milhões gastos na campanha, pelo menos R$ 2,5 milhões foram destinados à produção de programas de rádio, televisão ou vídeo. Para viajar nos compromissos de campanha, Mendes declarou ter gasto R$ 341,8 mil em táxi-aéreo.

Contratos de serviços de advogados também custaram R$ 300 mil à campanha do governador eleito. O valor total gasto na campanha chegou perto dos limite de gasto permitido pela Justiça Eleitoral, que é de R$ 5,6 milhões.

No “ranking“ dos gastos de campanha, em segundo lugar ficou o candidato Wellington Fagundes, que declarou ter gasto R$ 5.245.229,01 na campanha. Em terceiro lugar em gastos ficou Pedro Taques, com R$ 4.750.938,66.

Os candidatos Arthur Nogueira (Rede) e Moisés Franz (PSOL) gastaram R$ 13 mil e R$ 11 mil, respectivamente.

Mauro é natural de Anápolis (GO) e tem 54 anos. Ele é empresário do ramo de metalurgia em Cuiabá.

Por seis anos foi presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) e também presidiu o Sistema Sesi/Senai. Ocupou ainda o cargo de vice-presidente da Confederação Nacional das Indústrias.

Em 2012, foi eleito prefeito de Cuiabá no segundo turno das eleições com 54,65% dos votos válidos. Ele terminou o mandato em 2016 e não disputou a reeleição.

Antes disso, ele disputou as eleições para prefeito em 2008, mas não conseguiu ser eleito. Em 2010, Mauro Mendes também disputou a eleição para o governo e perdeu novamente a disputa.

Campanha

Durante a campanha Mauro Mendes afirmou que vai viabilizar recursos para os hospitais filantrópicos e reorganizar o sistema de saúde no estado.

No setor da segurança, Mauro Mendes disse que pretende investir e equipar a polícia para reduzir a criminalidade.

Ainda durante a campanha, Mauro afirmou que deve simplificar o ambiente tributário no estado, eliminando a burocracia para estimular a industrialização.


G1MT

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE