Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Acidente em mina de carvão deixa 22 trabalhadores presos na China

Caso ocorreu após uma explosão que causou o desprendimento de uma rocha. Sistema de ventilação está funcionando e trabalho de resgate está sendo feito.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

Vinte e dois mineradores ficaram presos em uma mina de carvão na província de Shandong, no leste da China, após uma explosão que causou o desprendimento de uma rocha, informaram neste domingo (21) as autoridades locais.

O desprendimento ocorreu na mina situada no distrito de Yuncheng dessa província. Segundo as mesmas fontes, o sistema de ventilação da mina voltou a funcionar após o acidente e atualmente as tarefas de resgate continuam.

No começo de agosto, 13 mineradores morreram em outra explosão registrada em uma mina no sul da China.

As minas chinesas, especialmente as de carvão, registram alta incidência de acidentes e estão entre as mais perigosas do mundo, embora nos últimos anos o número de acidentes fatais tenha caído bastante.

Em 2017 só nas minas de hulha chinesas houve 219 acidentes com 375 mortos, embora esse número de mortes represente queda de 28,7% em relação a 2016.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE