Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍTICA

Mendes consegue eleger 9 deputados, mas oposição irá ocupar maior número de cadeiras na AL/MT

 
 -
O governador eleito Mauro Mendes (DEM) com 58,69 % dos votos válidos - 840.094 votos -, não terá a maioria na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL/MT). Os partidos que lançaram candidatura contra o democrata, somados os do governador Pedro Taques (PSDB) e do senador Welington Fagundes (PR), conseguiram eleger 15 candidatos.

De acordo com as coligações estabelecidas durante a campanha eleitoral deste ano, dos 24 deputados estaduais eleitos, nove são da base aliada de Mendes. Faz parte da base os seguintes parlamentares: Janaína Riva, Dr João e Thiago Silva, todos do MDB; Eduardo Botelho e Dilmar Dal Bosco, ambos do DEM; Sebastião Rezende e Xuxu Dalmolin, do PSC; Nininho do PSD; e Allan Kardec PDT.

O governador Pedro Taques conseguiu eleger oito parlamentares, sendo eles: os deputados Guilherme Maluf e Wilson Santos, ambos do PSDB; o deputado Max Russi e Dr. Eugênio, ambos do PSB; Delegado Claudinei e Silvio Fávero, ambos do PSL; e Elizeu Nascimento e Ulysses Moraes, do Democracia Cristã.

O partido de senador Welington Fagundes conseguiu eleger sete deputados, sendo eles: Lúdio Cabral e Valdir Barranco, ambos do PT; Faissal Calil e Dr. Gimenez, ambos do PV; Valmir Moretto do PRB; Paulo Araújo do PP; e João Batista do Sindispen do PROS.

A tendência é que Mauro Mendes inicie um processo de articulação política junto aos deputados estaduais eleitos para tentar ampliar a sua base e conseguir a maioria na Assembleia Legislativa, ou seja, 13 deputados. Levando em consideração que ele conseguiu eleger nove, falta apenas quatro parlamentares para ele ter a maioria na AL/MT.


VG Notícias

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE