Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍTICA

Júlio Campos diz que derrota de Taques é maior vexame na história de Mato Grosso

 
 -
O ex-governador Júlio Campos (DEM) afirmou  que a derrota do governador Pedro Taques (PSDB), sendo apenas o terceiro mais votado 271.952 votos, é o reflexo da “vaidade” e dos “erros” da gestão, e que o tucano protagonizou o maior vexame político da história de Mato Grosso.

“Ele protagonizou o maior vexame da história de Mato Grosso. Um governador que disputa reeleição, por mais ruim que seja, tem que ir pelo menos ao segundo turno. Ele tinha a máquina na mão, estava no bom partido que é o PSDB tendo inclusive candidato a Presidência da República, deveria ter conquistado uma votação melhor”, criticou o democrata.

Segundo Júlio, a derrota de Taques poderia ter sido mais “vexatória” caso o Procurador Mauro (PSOL) optasse em concorrer ao Governo do Estado e não ao Senado Federal – o qual disputou e saiu derrotado obtendo 226.053 votos.

“Lamentavelmente ele errou muito. Foi muito vaidoso, não quis conversar com os aliados, quis governar sozinho e terminou sozinho na eleição. Não conseguiu nem 20% dos votos isso representa um vexame. Ele ficou em terceiro lugar e só não ficou em quarto porque o Procurador Mauro não foi candidato. Se o Procurador fosse candidato a governador talvez o Taques seria o quarto colocado”, alfinetou Júlio.

Ainda segundo o democrata, após deixar o Governo do Estado, em dezembro, Taques deve refletir muito e modificar seu estilo de fazer política, caso deseje continuar na política almejando assumir um cargo eletivo.


VG Notícias

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE