Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍTICA

Fávaro chama Leitão de oportunista e afirma unidade no grupo

 
 -
O candidato ao Senado Federal, Carlos Fávaro (PSD), criticou nesta sexta-feira (14) a postura do candidato Nilson Leitão (PSDB), que está pedindo voto para Jayme Campos (DEM), como outra opção ao Senado, após racha com a candidata Selma Arruda (PSL), que faz parte da coligação do Leitão. “Nilson é uma raposa que ainda age como a velha política faz. Traiu seu partido, sua coligação, sua colega de chapa (Selma Arruda) e agora, no intuito de se garantir no cenário, pede votos a Jayme Campos”, afirmou. 

 De acordo com Fávaro, a atitude de Leitão não gerou crise dentro da coligação “Pra Mudar Mato Grosso”. “Muito pelo contrário, alertei Jayme Campos sobre os prejuízos que Leitão pode trazer para a nossa coligação e para a própria imagem do Jayme, uma vez que Leitão responde a diversos processos e é considerado ficha suja", ressaltou

O candidato do PSD disse ainda que Nilson Leitão está agindo por desespero. “Ele não tem fidelidade partidária e nem com a população mato-grossense. Nilson está buscando apenas meios de garantir sua imunidade parlamentar por causa dos inúmeros processos que responde e por isso o desespero”, pontuou

Para finalizar, Fávaro considerou que a atitude de Nilson é de oportunista e confia que Jayme não se deixará contaminar pelo oportunismo eleitoral do psdbista. “Leitão está há mais de 20 anos na política e sempre agiu desta forma. Pula do barco quando vê que está afundando. Traiu a Selma Arruda e soubemos de cidades em que ele pediu votos para Jayme Campos como também a Mauro Mendes para governador. Jayme sabe que terá muitos prejuízos com esse falso apoio”.

Gazeta Digital

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE