Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Botos se habilitam em chamada pública e garantem R$ 600 mil para festival do Sairé

Recursos serão repassados pela Prefeitura de Santarém para os botos Cor de Rosa e Tucuxi.

 
 -  Botos durante apresentação no Sairé  Foto: Zé Rodrigues/TV Tapajós/Arquivo
Botos durante apresentação no Sairé Foto: Zé Rodrigues/TV Tapajós/Arquivo

Em 2018, os recursos para custear parte dos gastos das agremiações folclóricas Boto Cor de Rosa e Boto Tucuxi para o Festival do Sairé serão bancados pela Prefeitura de Santarém, no oeste do Pará. O montante é de R$ 600 mil, sendo R$ 300 mil para cada boto.

O Festival será realizado na noite do dia 22, no Sairódromo, cuja estrutura de arquibancadas, camarotes e palco começa a ser montada nesta terça-feira (11), segundo o secretário municipal de Cultura, Luís Alberto Figueira.

"Esse ano a Prefeitura está bancando sozinha a subvenção para os botos. Ano passado o Governo do Estado fez uma promessa de recursos, mas não cumpriu. E esse ano nem sinalizou qualquer ajuda para os botos", disse Luís Alberto.

Rito religioso

Para 2018, a Prefeitura em parceria com a comunidade de Alter do Chão resgata o rito da busca do juiz e da juíza em suas residências para os barracões construídos na Praça do Sairé.

"Nesse segundo ano da gestão nós conseguimos entrar entendimento com a comunidade acerca das estruturas e dos ritos religiosos. Construímos os barracões do juiz e da juíza e na quinta-feira em começa o Sairé faremos a busca do juiz e da juíza em suas residências, resgatando um rito que há muitos anos não era realizado", destacou.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE