Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

FBI confirma que funcionário que roubou avião em aeroporto nos EUA não tinha motivação terrorista

Polícia afirma que homem, de 29 anos, era suicida. Mecânico tinha livre acesso à área onde ficava aeronave, mas não tinha licença para pilotar; após manobras arriscadas, ele caiu em ilha e morreu.

 
 -  Imagem retirada de vídeo mostra o avião roubado por funcionário da Horizon Air sobrevoando Eatonville, em Washington, na noite de sexta-feira  10   F
Imagem retirada de vídeo mostra o avião roubado por funcionário da Horizon Air sobrevoando Eatonville, em Washington, na noite de sexta-feira 10 F

O FBI confirmou neste sábado (11) que o funcionário da companhia aérea Horizon Air que roubou um avião na noite de sexta-feira no Aeroporto Internacional de Seattle-Tacoma, que fica em Washington, não tinha nenhuma motivação terrorista.

O homem, que se identificou como Richard, ou “Rich”, decolou sem autorização, fez manobras arriscadas e caiu com a aeronave após voar por aproximadamente 90 minutos. Ele estava sozinho a bordo e morreu e a polícia afirma que ele era suicida.

A empresa diz que ele tinha 29 anos e era mecânico, por isso tinha livre acesso à área onde estava a aeronave, um modelo Bombardier Q400, de fabricação canadense, com capacidade para transportar 76 passageiros.

No entanto, ele não tinha licença para pilotar e nem autorização para retirar o avião do local.

Imagem retirada de vídeo mostra o avião roubado por funcionário da Horizon Air sobrevoando Eatonville, em Washington, na noite de sexta-feira (10) (Foto: Courtney Junka via AP) Imagem retirada de vídeo mostra o avião roubado por funcionário da Horizon Air sobrevoando Eatonville, em Washington, na noite de sexta-feira (10) (Foto: Courtney Junka via AP)

Imagem retirada de vídeo mostra o avião roubado por funcionário da Horizon Air sobrevoando Eatonville, em Washington, na noite de sexta-feira (10) (Foto: Courtney Junka via AP)

A aeronave foi roubada por volta das 20 horas (às 0h deste sábado, no horário de Brasília). Dois caças militares foram acionados para conter o avião roubado, mas não estiveram envolvidos na queda, segundo a polícia.

A aeronave caiu a cerca de 48 km do local da decolagem em uma área de floresta na ilha de Ketron. A queda provocou fogo na mata, e equipes de bombeiros foram ao local para controlar as chamas. Segundo a polícia de Pierce, a queda foi provocada por manobras que o piloto fez enquanto estava no ar ou por sua falta de habilidade.

Enquanto ainda estava voando, o homem foi contatado pelo rádio, quando se identificou como Richard e deu a entender que pretendia se matar. Controladores tentavam orientá-lo a manobrar o avião e pousar em segurança.

Clarão e fumaça são vistos em local onde caiu avião roubado por funcionário da Horizon Air, perto de Washington, na madrugada de sábado (11)  (Foto: AP Photo/Ted S. Warren) Clarão e fumaça são vistos em local onde caiu avião roubado por funcionário da Horizon Air, perto de Washington, na madrugada de sábado (11)  (Foto: AP Photo/Ted S. Warren)

Clarão e fumaça são vistos em local onde caiu avião roubado por funcionário da Horizon Air, perto de Washington, na madrugada de sábado (11) (Foto: AP Photo/Ted S. Warren)

"Parabéns, você fez isso, agora vamos tentar aterrissar esse avião em segurança e não machucar ninguém no solo", disse um controlador de tráfego aéreo.

"Não sei, cara. Não sei. Não quero. Eu estava meio que esperando que fosse isso", teria respondido o piloto.

Em outro momento da conversa, ele teria dito: "Eu tenho muitas pessoas que se importam comigo, e elas vão ficar desapontadas quando souberem que eu fiz isso. Eu gostaria de pedir desculpas a todos, a cada uma delas. Sou apenas um cara destruído. Tenho alguns parafusos soltos, eu acho. Nunca realmente soube até agora".

Avião é roubado e cai nos EUA (Foto: Alexandre Mauro/G1) Avião é roubado e cai nos EUA (Foto: Alexandre Mauro/G1)

Avião é roubado e cai nos EUA (Foto: Alexandre Mauro/G1)

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE