Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Câmara de Uberaba aprova cinco projetos em reunião extraordinária

Um dos projetos aprovados foi o que trata de incentivos para que a Mosaic Fertilizantes faça a instalação do Centro de Soluções Compartilhadas, o que irá ocorrer no Parque Tecnológico.

 
 -  Reunião extraordinária da Câmara de Uberaba ocorreu nesta sexta-feira  13   Foto: Rodrigo Garcia/Câmara de Uberaba
Reunião extraordinária da Câmara de Uberaba ocorreu nesta sexta-feira 13 Foto: Rodrigo Garcia/Câmara de Uberaba

Em reunião extraordinária, os vereadores de Uberaba aprovaram nesta sexta-feira (13) cinco projetos, sendo quatro deles de autoria do Executivo.

Um dos projetos aprovado foi o que autoriza o Município a conceder área pública e estímulos à Mosaic Fertilizantes para a implantação na cidade do Centro de Soluções Compartilhadas (CSC). As negociações entre a Prefeitura e a empresa começaram em abril, quando o Poder Executivo ficou sabendo que a unidade do CSC poderia ser instalada em Uberlândia. No início deste mês, houve o anúncio de que o CSC será na cidade.

Após a aprovação do projeto, a Mosaic emitiu nota à imprensa agradecendo "o empenho de todas as entidades e representantes do povo uberabense que demonstraram a vontade da cidade em viabilizar o desenvolvimento regional por meio da ampliação do relacionamento e das atividades da empresa no município".

"Uberaba é a maior unidade produtiva da Mosaic Fertilizantes na América Latina e um plano de ação está sendo desenvolvido para aumentar a produção e reforçar a competitividade desse complexo industrial. A definição estratégica de implementação do CSC na cidade permitirá que a nova estrutura fique perto deste que é o maior complexo químico da empresa no país e, ainda, se mantenha próximo de outras operações da empresa", diz trecho da nota.

O CSC ficará localizado dentro do Parque Tecnológico, na Univerdecidade, a fim de atrair incentivos e benefícios de ordem financeira e capital intelectual por meio de parcerias com universidades, startups e empresas de tecnologia.

Devem ser gerados 250 empregos na cidade. Para se candidatar e obter mais informações, o interessado deve contactar as consultorias que estão realizando o processo seletivo. Para vagas de especialistas, coordenadores e gerentes de IT, Procurement, Recursos Humanos, Financeiro, Customer Service e Facilities, contate a consultoria Hays. Para assistentes e analistas de IT, Procurement, Recursos Humanos, Customer Service e Facilities, visite a Selp. Já para vagas de assistentes e analistas para o setor Financeiro (Contabilidade, Crédito e Cobrança, Finanças, Impostos), envie uma mensagem com currículo para a Ser Humano, pelo e-mail vagas@serhumanorh.com.br.

Outros projetos aprovados nesta sexta

A Câmara ainda aprovou nesta sexta projeto que visava melhorar a redação da Lei de Incentivo, bem como, facilitar à administração municipal proporcionar mais vantagens na atração de empresas e investimentos para o município. O projeto altera artigo da lei, substituindo a expressão “prédio industrial” por “imóvel edificado”, o que autorizaria o Poder Executivo ofertar salas, casas, galpão, dentre outros que não sejam apenas galpão e somente industrial, podendo ser comercial, por exemplo.

A matéria que altera a Lei Municipal nº 10.372/2008 também foi aprovada no plenário sem muita discussão sobre o assunto. Segundo o Executivo, a alteração visava apenas revogar o § 4º, do art. 1º, que veda a doação de área do Parque Tecnológico de Uberaba.

Os vereadores também aprovaram o projeto de lei de iniciativa do Poder Executivo que dá nova redação à lei municipal dispondo sobre a construção de abrigos em linhas de transportes públicos urbanos. O intuito da proposição é estender a autorização para a construção e manutenção de abrigos nos pontos a órgãos da administração municipal indireta. Atualmente, somente as empresas concessionárias têm essa atribuição. A contrapartida é a exploração da publicidade na parte interna e externa dos veículos, bem como, nas laterais e testadas dos abrigos.

Também foi aprovado o projeto de resolução, de autoria da Mesa Diretora da Câmara, que dá nova redação ao decreto que regulamenta, no âmbito do Legislativo, a utilização da modalidade de licitação pregão para a aquisição de bens e serviços comuns.

A alteração determina que os avisos contendo os resumos dos editais dos pregões e demais informações relacionadas ao mesmo sejam publicadas no “Porta Voz” do município, cuja circulação é irrestrita, via on-line, e no Portal de Transparência da Câmara Municipal.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE