Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Avenida tomada por mato alto gera riscos em periferia da Zona Sul de Macapá

Moradores do bairro Zerão reclamam da situação da Avenida Tenente Amaral. Semur informou que vai enviar equipe técnica para avaliar o local.

 
 -  Avenida Tenente Amaral, no bairro Zerão, em Macapá, é tomada por mato  Foto: Jorge Abreu/G1
Avenida Tenente Amaral, no bairro Zerão, em Macapá, é tomada por mato Foto: Jorge Abreu/G1

A dificuldade para se locomover na Avenida Tenente Amaral é a maior reclamação dos moradores do bairro Zerão, periferia da Zona Sul de Macapá. Tomada por mato, a via chama atenção e a situação prejudica a rotina de quem precisa sair de casa.

A Secretaria Municipal de Manutenção Urbanística (Semur) informou por meio de nota que enviará uma equipe técnica à Avenida Tenente Amaral para verificar a situação e, posteriormente, tomar as devidas providências.

Terrenos abandonados também colaboram com o crescimento do mato (Foto: Jorge Abreu/G1) Terrenos abandonados também colaboram com o crescimento do mato (Foto: Jorge Abreu/G1)

Terrenos abandonados também colaboram com o crescimento do mato (Foto: Jorge Abreu/G1)

No fim da avenida, a situação é ainda mais crítica. Segundo a dona de casa Diany Lúcia Vilhena, de 34 anos, o perigo tomou conta da região. Além do mato, a moradora reclama da falta de iluminação, o que colabora para o aumento da criminalidade.

“Essa avenida está abandonada. À noite, é muito escuro. Não passa carro, nem moto. No meio do mato tem um buraco, que não dá nem pra ver. Aqui, tem assalto por causa do matagal e da escuridão, que ajuda os bandidos se esconderem”, disse.

Dona de casa, Maria das Graças, lamenta pela situação (Foto: Jorge Abreu/G1) Dona de casa, Maria das Graças, lamenta pela situação (Foto: Jorge Abreu/G1)

Dona de casa, Maria das Graças, lamenta pela situação (Foto: Jorge Abreu/G1)

Já em outros trechos da via, é possível ver mato alto nas esquinas e em terrenos abandonados. Para a dona de casa, Maria das Graças, de 61 anos, a falta de atenção do poder público resulta no sofrimento dos moradores.

“Aqui a situação está péssima. Não dá nem pra sair de casa. A criminalidade e o mato na rua não deixam. Nem agora, nesse período eleitoral, a situação é resolvida. Ninguém do poder público faz alguma coisa, só os moradores mesmo”, ressaltou Maria das Graças.

A moradora informou que a população chega a fazer capina e limpeza na região.

Vários trechos da avenida estão com mato alto  (Foto: Jorge Abreu/G1 ) Vários trechos da avenida estão com mato alto  (Foto: Jorge Abreu/G1 )

Vários trechos da avenida estão com mato alto (Foto: Jorge Abreu/G1 )

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE