Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

PMPA e Exército fazem operação na área de ocupação do Juá em Santarém

A ação seria apenas preventiva. Área está sob litígio e a ocupação já chega às proximidades do lago.

 
 -  Operação conjunta da PMPA e Exército Brasileiro na área de ocupação Vista Alegre do Juá em Santarém, no Pará  Foto: Reprodução/Redes Sociais
Operação conjunta da PMPA e Exército Brasileiro na área de ocupação Vista Alegre do Juá em Santarém, no Pará Foto: Reprodução/Redes Sociais

Militares do 53º Batalhão de Infantaria de Selva (53º BIS) do exército brasileiro e do 3º Batalhão de Polícia Militar ( 3º BPM) estão realizando a Operação "Pedro Teixeira", de patrulhamento na área de ocupação espontânea conhecida como Vista Alegre do Juá, em Santarém, oeste do Pará.

Segundo o comandante do CPR1, coronel Héldson Tomaso, a ação seria apenas preventiva. Área está sob litígio e a ocupação já chega às proximidades do lago.

Em outubro de 2017, uma comissão de moradores da ocupação protocolou na prefeitura de Santarém, um requerimento de abertura de processo administrativo visando a Regularização Fundiária Urbana (Reurb).

Carros do Exército e da PMPA passaram por dentro do Residencial Salvação antes de seguirem para a grande área do Santarenzinho (Foto: Marilha Maia/G1) Carros do Exército e da PMPA passaram por dentro do Residencial Salvação antes de seguirem para a grande área do Santarenzinho (Foto: Marilha Maia/G1)

Carros do Exército e da PMPA passaram por dentro do Residencial Salvação antes de seguirem para a grande área do Santarenzinho (Foto: Marilha Maia/G1)

A ocupação Vista Alegre do Juá teve início em 2012, inicialmente com 300 famílias. Atualmente já são mais de 2 mil. Para ter água, alguns moradores perfuraram poços e compartilham água com até 50 residências a um custo médio de 35 reais por cada residência. A energia elétrica também é clandestina, mas já protocolaram pedido junto à concessionária de energia elétrica para expansão da rede.

Após incursão em algumas ruas da ocupação, o comboio militar seguiu por dentro do Residencial Salvação em direção à grande área do Santarenzinho.

Operação militar no cruzamento das avenidas Tomé de Souza e Olavo Bilac, no Santarenzinho (Foto: Marilha Maia/G1) Operação militar no cruzamento das avenidas Tomé de Souza e Olavo Bilac, no Santarenzinho (Foto: Marilha Maia/G1)

Operação militar no cruzamento das avenidas Tomé de Souza e Olavo Bilac, no Santarenzinho (Foto: Marilha Maia/G1)

Ao G1, na grande área do Santarenzinho, o comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar (3ºBPM), tenente coronel Aldemar Maués disse que a Polícia Militar está apoiando a operação 'Pedro Teixeira', no patrumento em Santarém, oeste do Pará, por ser o órgão responsável pela segurança pública.

"O Exército Brasileiro 53º BIS, com sede em Itaituba, foi o responsável pela deflagração da Operação Pedro Teixeira. Aqui no Santarenzinho, iremos fazer barreiras para o patrulhamento a pé, que será feito pelos militares, e nós iremos dar esse suporte a eles", explicou o comandante do 3º BPM.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE