Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Assaltante invade casa e faz reféns no Maranhão

O caso aconteceu em uma casa do Residencial Ilhéus, na Cidade Operária, em São Luís. De acordo com a Polícia, um ladrão invadiu uma casa após a fuga de um assalto. Duas pessoas foram feitas reféns por mais de uma hora.

 
 -  Dezenas de policiais cercaram a região e aguardavam a rendição do bandido na tarde desta terça-feira  12 , em São Luís  Foto: Divulgação/Polícia Mili
Dezenas de policiais cercaram a região e aguardavam a rendição do bandido na tarde desta terça-feira 12 , em São Luís Foto: Divulgação/Polícia Mili

Um homem identificado como Jackson Matos dos Santos, de 19 anos, fez duas pessoas reféns na tarde desta terça-feira (12). O caso aconteceu em uma casa do Residencial Ilhéus, no bairro Cidade Operária, em São Luís.

De acordo com a Polícia, ele estava fugindo da polícia após ter baleado uma mulher durante o assalto de uma moto. Ela foi levada para o hospital Socorrão 2 e o estado de saúde dela era estável.

Jackson foi preso e levado para a Delegacia da Cidade Operária após fazer duas pessoas de refém no bairro (Foto: Bruno Mendonça) Jackson foi preso e levado para a Delegacia da Cidade Operária após fazer duas pessoas de refém no bairro (Foto: Bruno Mendonça)

Jackson foi preso e levado para a Delegacia da Cidade Operária após fazer duas pessoas de refém no bairro (Foto: Bruno Mendonça)

Durante a fuga Jackson teria parado a moto e invadido a residência de pessoas que estavam conversando na porta de casa. O coronel da Polícia Militar Aritanã Lisboa afirmou que duas pessoas ainda conseguiram fugir.

"No início eram quatro reféns. Dois conseguiram fugir e ficaram só duas pessoas como reféns. Um senhor, que era vizinho, que entrou em luta corporal com o bandido. Uma idosa que mora na casa também ficou refém", afirmou o coronel.

Policiais cercaram a residência e aguardaram a rendição de Jackson por mais de uma hora. Por volta das 16h30 ele libertou todos os reféns e acabou preso. Depois ele foi levado para a Delegacia da Cidade Operária.

O senhor que entrou em luta corporal com o sequestrador saiu em uma ambulância com ferimentos na orelha. A idosa que estava na casa não ficou ferida. Ela foi identificada como Maria Luíza e tinha 80 anos.

Momento em que um dos reféns é libertado e colocado em uma ambulância

Momento em que um dos reféns é libertado e colocado em uma ambulância

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE