Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

REGIONAL

FUNK ''JUDARIA'': Amigos se despedem de líder do CV em MT ''jurando'' vingança

 
Vídeos divulgados nas redes sociais mostram o cortejo fúnebre de Edimilson Filho Alves da Silva, 23, líder do Comando Vermelho na região Sul do Estado, morto na segunda-feira (14). O cortejo ocorre sob o som de músicas de funk que faz apologia a “vingança e retaliação”.

As imagens forma divulgadas no Facebook e também compartilhadas pelo aplicativo Whatssap.

Edimilson Filho Alves da Silva, conhecido como “Pamonha”, foi executado  com pelo menos três tiros na cabeça dentro de seu carro na cidade de Rondonópolis (218 km de Cuiabá). O crime aconteceu no bairro Jardim Ipanema.

No vídeo, mostra trecho da música de “Judaria”, do Mc Menor da Chapa, funkeiro do Rio de Janeiro. Parte da letra descreve a sentimento de perda por um amigo e  fala do sofrimento de amigos e familiares.

No entanto em outro trecho faz apologia a “vingança” e retaliação aos inimigos. “Eu to (sic) bolado cheio de ódio no meu coração, com a judaria que fizeram com nosso irmão, moleque puro era braço guerreiro fiel, e hoje está junto com Deus guerreando no céu, a ironia da vida meu mano é assim, tu nunca sabe a hora certa que vai ser o fim, infelizmente mais um cara bom que foi embora e seus amigos, sua família até hoje choram, o bonde todo revoltado mando o que fizeram vai ter volta pode acreditar!” diz trecho da música.

DESPEDIDA DOS “AMIGOS” PRESOS

Um segundo vídeo que circula na internet é que amigos presos, também integrante do facção criminosa Comando Vermelho, realizam uma oração e fazem as despedidas da vítima.

Edimilson tinha passagens policiais por tráfico de drogas e uso ilegal de armas. Conhecido como "Pamonha", seria um dos líderes do Comando Vermelho na região sul de Mato Grosso.

Em publicações no Facebook, amigos do criminoso “prometem” perigo em Rondonópolis. “De agora pra rente só observem o satanás solto em Rondonópolis”, diz uma postagem.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito de assassinar “Pamonha” estava em uma motocicleta. Ele realizou os disparos e em seguida fugiu. O caso ainda será investigado pela Polícia Civil.


folha max

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE