Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Laudos apontam que morte de detento em cela de delegacia em Juiz de Fora não teve participação de terceiros

Para Polícia Civil, hipótese de suicídio foi reforçada. Homem de 34 anos foi encontrado enforcado com um cadarço no dia 19 de abril.

 
 -  Laudos de necropsia e do local foram apresentados pelo delegado Rodrigo Rolli em Juiz de Fora  Foto: Fellype Alberto/G1
Laudos de necropsia e do local foram apresentados pelo delegado Rodrigo Rolli em Juiz de Fora Foto: Fellype Alberto/G1

Laudos apresentados pela Polícia Civil na tarde desta quarta-feira (16) apontam que a morte de um homem de 34 anos dentro de uma cela da Polícia Militar (PM) na delegacia do Bairro Santa Terezinha não contou com a participação de terceiros.

Os laudos de necropsia e da cela da delegacia foram apresentados pelo delegado Rodrigo Rolli, da Delegacia Especializada de Homicídios. O corpo do detento foi encontrado no dia 19 de abril.

“A análise do médico legista comprova que a morte foi realizada por asfixia, através de enforcamento. Não há elementos que apontem para a participação de terceiros, o que reforça a nossa hipótese de que a vítima tenha praticado o autoextermínio”, afirmou.

O delegado, no entanto, revelou que ainda não foi esclarecido como o cadarço utilizado no enforcamento foi parar dentro da cela em que o rapaz estava detido.

Rolli disse que a namorada da vítima afirmou categoricamente que os calçados do rapaz foram retirados assim que ele saiu da viatura para ser conduzido à cela.

O delegado revelou também que as imagens do laudo identificam alguns ferimentos no rosto, nas mãos e em outras partes do corpo que, segundo ele, não foram causadas pelo trabalho de necropsia. Serão enviados questionamentos ao médico legista, para que sejam apontadas as causas destes ferimentos.

“Ainda faltam algumas informações para que possamos concluir este inquérito e, para isso, vou pedir mais dados ao médico legista, ouvir novamente a namorada da vítima e também os policiais que participaram da detenção do rapaz no dia em que a morte ocorreu”, concluiu.

Homem foi encontrado morto dentro de cela da Polícia Militar (PM) na Delegacia da Polícia Civil em Juiz de Fora (Foto: Polícia Militar/Divulgação) Homem foi encontrado morto dentro de cela da Polícia Militar (PM) na Delegacia da Polícia Civil em Juiz de Fora (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Homem foi encontrado morto dentro de cela da Polícia Militar (PM) na Delegacia da Polícia Civil em Juiz de Fora (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Homem encontrado morto em cela

O detento foi encontrado morto dentro da cela da PM na Delegacia de Polícia Civil do Bairro Santa Terezinha, em Juiz de Fora. Na ocasião, ele tinha sido detido durante a madrugada por lesão corporal, após agredir a companheira, de 24 anos. Ele foi conduzido à delegacia para o Registro de Evento de Defesa Social (Reds).

Por volta de 3h, ele solicitou um telefonema, mas foi informado pelo policial de que poderia fazer isso quando a ocorrência fosse encaminhada à Polícia Civil. Cerca de 30 minutos depois, um policial o encontrou enforcado com um cadarço.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local e constatou a morte do homem. Após a perícia, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade.

Detento é encontrado morto dentro de cela em delegacia de Juiz de Fora

Detento é encontrado morto dentro de cela em delegacia de Juiz de Fora

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE