Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Forte chuva em Bragança causa transbordamentos de rios e deixa 500 casas alagadas

Chuva durou 2h30 e aproximadamente 100 pessoas ficaram desabrigadas. Prefeitura avalia se há necessidade de decretar emergência.

 
 -  Pelo menos seis bairros foram atingidos. Em um deles houve registro de deslizamentos de terra.  Foto: Reprodução / TV Liberal
Pelo menos seis bairros foram atingidos. Em um deles houve registro de deslizamentos de terra. Foto: Reprodução / TV Liberal

Uma forte chuva em Bragança, nordeste do Pará, deixou 500 casas alagadas, segundo a Defesa Civil. Moradores atingidos tiveram prejuízos e ficaram desabrigados. Várias ruas ficaram alagadas depois que rios transbordaram.

A chuva foi na segunda-feira (14) e durou 2h30. Aproximadamente 100 pessoas ficaram desabrigadas e foram levadas para casa de parentes e amigos, porque a cidade ficou sem local para abrigo.

Pelo menos seis bairros foram atingidos. No Traíra, foram registrados deslizamentos de terra. O muro de uma casa não resistiu à força da água e caiu.

Pelo menos seis bairros foram atingidos. Em um deles houve registro de deslizamentos de terra. (Foto: Reprodução / TV Liberal) Pelo menos seis bairros foram atingidos. Em um deles houve registro de deslizamentos de terra. (Foto: Reprodução / TV Liberal)

Pelo menos seis bairros foram atingidos. Em um deles houve registro de deslizamentos de terra. (Foto: Reprodução / TV Liberal)

A prefeitura do município disse que irá avaliar os danos provocados pela chuva para considerar a necessidade de decretar estado de emergência na cidade.

Representantes da Defesa Civil estiveram no local e consideraram a situação adversa e incomum.

A Secretaria de Saúde do município disse que está indo às comunidades atingidas para imunizar as pessoas contra doenças. Já a Assistência Social está cadastrando as famílias para receberem cestas básicas.

Prefeitura deve avaliar a necessidade de decretar estado de emergência. (Foto: Reprodução / TV Liberal) Prefeitura deve avaliar a necessidade de decretar estado de emergência. (Foto: Reprodução / TV Liberal)

Prefeitura deve avaliar a necessidade de decretar estado de emergência. (Foto: Reprodução / TV Liberal)

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Cidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE