Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

REGIONAL

TJ manda soltar médica que atropelou ambulante em Cuiabá

 
O desembargador Orlando Perri deferiu no final da tarde desta segunda-feira (16) o habeas corpus impetrado pela defesa da médica Letícia Bortolini. Ela é acusada de atropelar e matar o vendedor de verduras Francisco Lúcio Maia, 48, na noite do último sábado na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá.

Ainda não há disponível a íntegra da decisão do desembargador, que apontam as razões pela soltura da médica, que está recolhida desde o último domingo (16) no presídio Ana Maria do Couto May. Além disso, ele pode ter convertido a prisão preventiva em domiciliar.

A defesa alegou em seu pedido que Letícia não representa risco a ordem pública, possui residência fixa e emprego. Além disso, apontou que ela tem um filho de 1 ano e 6 meses que necessita de seus cuidados. O entendimento do STF é de que mães com filhos até 12 anos tenham a prisão preventiva convertida em domiciliar.

Letícia vai continuar respondendo pelos crimes de homicídio culposo, embriaguez ao volante e omissão de socorro em liberdade.


folha max

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE